Música

Promotores de Eventos emitem carta aberta sobre cancelamento dos eventos no país

Documento começa destacando a importância da retomada gradativa do setor e da execução dos protocolos sanitários nos espaços.

Redação iBahia (redacao@ibahia.com)
- Atualizada em

A Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (ABRAPE) divulgou, nesta terça-feira (11), uma carta aberta abordando o cancelamento 'prematuro' dos eventos nos país. O documento começa destacando a importância da retomada gradativa do setor e da execução dos protocolos sanitários nos espaços.

Na sequência, a entidade considera "precipitado, preconceituoso e prematuro o cancelamento de eventos controlados que obedecem os cuidados necessários e exigidos" pelos governos estaduais e municipais. Além disso,  é ressaltado a importância do debate com as classes e o pedido de realização dos eventos.

"A ABRAPE defende, portanto, que, diante do cenário conhecido por outros países que enfrentam essa cepa e os bons exemplos vistos no país, se mantenha a realização de eventos em locais onde seja possível controlar os protocolos sanitários!"

Confira aqui, neste link, o documento completo. 

Na Bahia, na última segunda-feira (10), o governador Rui Costa apresentou novas medidas restritivas e anunciou a redução da capacidade máxima nos eventos baianos para 3 mil pessoas.