Turismo

Quatro lugares não óbvios para conhecer vinhos e seus processos no Brasil

Saiba como funciona o enoturismo e descubra passeios completos que mostram a feitura de vinhos com degustações. Além de provar os novos sabores, os visitantes podem conhecer mais da arquitetura e da cultura dos lugares curiosos pelo país

Por Jorge Barretto e Vanessa Brunt, do Não Óbvio

Você sabe o que é o Enoturismo?

Se você é daquelas pessoas que adora vinhos, viagens ou quer experimentar novas formas de turistar pelo país  afora, você precisa conhecer o Enoturismo e as diferentes regiões do Brasil para experimentar esse nicho turístico diferenciado.

O enoturismo é um segmento da atividade turística que se baseia na viagem motivada pela

apreciação do sabor e aroma dos vinhos e das tradições e cultura da localidade que produz a bebida. O estilo de viagem envolve o visitante nos detalhes da preparação da bebida e em gostos específicos.

O Brasil se tornou um importante polo produtivo de vinho, um mercado que comercializou 4,4 milhões de litros entre janeiro e abril de 2020, e que nos últimos anos tem crescido.

Os rótulos nacionais têm tido resultados positivos e as diferenças presentes no mercado interno vão desde a diversidade de climas para o cultivo de diferentes espécies de uvas, as peculiaridades do solo, até as inovações na fabricação do produto.

Com o crescimento desse mercado, a indústria de viagens tem focado nesse nicho especializado de clientes que buscam o turismo de experiência e o termo Enoturismo surgiu e tem ganhado espaço.

Esse segmento da atividade turística tem como foco a viagem motivada pelo universo dos vinhos, desde a apreciação do sabor e aroma, até as tradições e história das localidades que produzem a bebida.

Nesse sentido, o Enoturismo busca oferecer ao  visitante a cultura e os detalhes envolvidos na produção da bebida. E, pensando nesse mercado e nos apreciadores de vinhos, viagens e experiências diferenciadas, o NÃO ÓBVIO resolveu trazer quatro lugares para praticar o Enoturismo no país. Confira:

1.Vale do São Francisco (Bahia e Pernambuco)

A região é uma das principais produtoras nacionais de vinhos e possui rótulos reconhecidos internacionalmente. Com clima e solos diferenciados que propicia o cultivo de diferentes espécies de uvas, essa região também ficou conhecida por se tornar uma das rotas do vinho no Nordeste. As principais cidades da rota de vinho na Bahia são Curaçá e Casa Nova.

Vinum Sancti Benedictus (VSB):

Foto: reprodução /VSB
A vinícola Vinum Sancti Benedictus (VSB), que fica localizada na cidade de Curaçá, foi inaugurada em 2015 e iniciou a comercialização de vinhos em 2018. O local possui algumas peculiaridades com relação ao processo produtivo da bebida como o número de cachos reduzidos por planta, com seleção das uvas e colheita feita a noite, tudo isso para manter os nutrientes e a qualidade da uva.

No primeiro final de semana do mês sempre há uma programação especial com visita ao vinhedo, piquenique e até a pisa da uva, quando os visitantes podem pisar na uva colhida, relembrando a tradição das antigas produções.

☌ Endereço:
Curaçá, cidade a cerca de 547 km de Salvador – Vinícola VSB fica na BR-210, Km 10, Curaçá. A vinícola fica a 3 km do centro da cidade de Curaçá.
☌ Contato: (74) 9 9160-1427 ou por e-mail: contato@vsbvinhos.com.br (agendamentos de visitas através do telefone)
☌ Valor: Visitação com pequena degustação não paga nada. (Valores a combinar)
☌ Site: https://www.vsbvinhos.com.br


Vinícola Terra Nova:

Foto: reprodução / Terra Nova

Outro local para passear pelo universo da bebida da uva é a Vinícola Terra Nova, que teve início em 2001. O local possui em seu catálogo de produção espumantes, vinhos frutados e jovens que são fabricados com variedades de Chenin Blanc, Sauvignon Blanc, Verdejo, Moscatel e Grenache, além do vinho syrah. Um dos diferenciais da vinícola é o sistema de irrigação por gotejamento, com águas do Rio São Francisco.

As duas safras colhidas anualmente são possibilitadas pelo solo e clima do local. Outra opção que a Terranova possui é o Vapor do Vinho, um tour pelo Rio São Francisco, e parte de Juazeiro, que explora as belezas da região durante duas horas e meia de barco que faz parte do roteiro enoturístico. O passeio inclui degustação a bordo de comidas típicas e vinhos Terranova. (R$ 160 por pessoa)

☌ Endereço:
Casa Nova, cidade a cerca de 575 km de Salvador – Vinícola Terra Nova fica na BR-235 km 40, Santana do Sobrado s/n.
☌ Contato:
(74) 3536-3972 ou 3527/4243, pelo site da vinícola e por e-mail: visitaterranova@miolo.com.br. (Agendamento para visita)
☌ Horário de funcionamento :
segunda a sexta  9h e 14h / Sábados somente as 9h
☌ Valor: Voucher de R$15 = visitação a vinícola, vinhedo e degustações. O ingresso dá um bônus de R $5,00 nas compras efetuadas na loja da Vinícola Terra Nova.
☌ Vapor do Vinho:
Mais detalhes pelos telefones: (74) 8805 1809 / (87) 988635629 ou e-mail: contato@vapordosaofrancisco.com.br (para saber mais sobre as atrações do Vapor do Vinho).
☌ Site:
https://www.miolo.com.br/enoturismo/

2. Sul de Minas (Cordislândia e Andradas)

A região, que é famosa pela tradição do cultivo de café, começou a ganhar visibilidade no quesito elaboração de vinhos. Afinal, não é só café e pão de queijo que os mineiros entendem. As vinícolas locais trazem opções de vinhos brancos, espumantes e tintos.

Uma das particularidades de produção da região sudeste brasileira é a inversão do ciclo da videira, técnica que altera a data colheita do verão para o inverno, período seco no qual as uvas apresentam mais cor e aroma. Outra característica da região é a união da enologia e gastronomia, que harmoniza a bebida com especialidades gastronômicas.

Luiz Porto Vinhos Finos:

Locais como a vinícola Luiz Porto Vinhos Finos, na cidade de Cordislândia há 520 km da capital mineira, especializada em bebidas mais refinadas, oferecem um passeio guiado pela área de produção e campo de cultivo de uvas, podendo incluir degustação e refeição no pacote e oferece ao visitante uma experiência que vai além da viticultura e passeia pelas belas paisagens da região. A carta de produtos possui Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Syrah, Brut e Grand Reserva Syrah.
Foto: reprodução / Luiz Porto Vinhos Finos
☌ Endereço:
Estrada Municipal de Cordislândia a Elói Mendes, Km 1, Zona Rural – Cordislândia/MG
☌ Valor:
a combinar
☌ Horário de funcionamento:
Atualmente fechado devido a Covid-19 (previsão de retorno em Janeiro de 2021)
☌ Contatos:
(35) 9 9990-1337 – segunda a sexta das 07h às 16h. (para agendamentos e informações)
☌ Site:
http://www.luizportovinhosfinos.com.br/index1.html

Casa Geraldo:

Foto: reprodução / Casa Geraldo
Outra indicação é a Casa Geraldo, que fica localizada em Andradas, há 662 km de Minas. A região é conhecida como a “terra do vinho” e a cidade celebra anualmente a Festa do Vinho. O local possui infraestrutura completa para receber os amantes de vinho e conta com auditório, Bar Vip, restaurante e sala de degustação.

A visita guiada conta com passeio nas vinícolas e degustação. Para quem quer se especializar pode fazer os cursos oferecidos pela Casa Geraldo e se tornar um expert em vinhos. A vinícola é a maior produtora da região e  possui uma grande quantidade de rótulos dos mais variados tipos de vinhos, desde os mais suaves e adocicados até os mais intensos.

☌ Endereço:
Fazenda São Geraldo – Bairro Jaguari
Acesso via Rodovia MG-455 Km 0,86 (Trevo Avenida João Domiciniano da Costa / MG-455, Andradas, Minas Gerais)
☌ Horário de Funcionamento:
Degustação e vendas (loja):
Segunda a sexta: 8h às 17h30
Sábado e Domingo: 9h às 17h
☌ Horário de Passeios:
De segunda a sexta às 10h e 15h (previamente agendados). Aos sábados, domingos e feriados em 5 horários, às: 10h, 11h, 13h, 14h e 15h.
☌ Valor:
A combinar
☌ Contato:
(35) 3731-3360 / E-mail: villacampino@casageraldo.com.br
☌ Site:
http://www.casageraldo.com.br/site/


3. Interior de São Paulo (São Roque e Ribeirão Branco)

Cidades do interior de São Paulo também são boas escolhas para quem está a procura de diferentes opções turísticas, seja para quem está visitando a cidade e quer experimentar sair do tradicional roteiro da capital paulistana, ou para quem está em busca das experiências voltadas ao universo da vitivinicultura (ciência que estuda a produção da uva para vinhos) e conhecimento sobre vinhos.

Vinícola Góes: 
Foto: reprodução / Vinícola Góes
A cidade de São Roque, que fica a 60 km da capital, é conhecida como a “Terra do Vinho” paulistana, possui um roteiro que combina o clima de serra, o contato com a natureza e com ótimas opções vinícolas para visitar.

Nessa charmosa cidade que fica instalada a Vinícola Góes é uma das mais tradicionais da região e foi fundada em 1938. O local cultiva cerca de 15 tipos de uvas e produz vinhos finos, espumantes e vinhos tradicionais.

O serviço de visita monitorada, com degustação harmonizada, inclui um passeio pelos vinhedos e um bate papo sobre as curiosidades da região e contempla os visitantes que querem conhecer o processo do plantio ao envase.

☌ Endereço:
São Roque KM 09 – Cangueira CEP: 18145-002.
☌ Horário de Funcionamento:
Visitas Monitoradas aos Sábados: 13h30 às 16h30 / Domingos: 13h30 (suspensa temporariamente devido a pandemia).
☌ Valor: R$ 145 (por pessoa).
Inclui Wine Bus com destino aos vinhedos e apresentação das curiosidades sobre a região,o plantio e a colheita de uva. Mais a degustação orientada de cinco rótulos premium, Tábua de aperitivos e brindes Exclusivos.
☌ Contato:
(011) 4711-3501
☌ Site:
http://vinicolagoes.com.br

Davo Hotéis e Vinícola:

Foto: reprodução / Google
Ribeirão Branco, a 294 Km de São Paulo,  também é um daqueles locais para quem deseja se aventurar pelos vinhedos, experimentar as variedades de vinhos, e passear pela enogastronomia (vinhos harmonizados com diferentes tipos de pratos).

A cidade abriga o complexo Davo Hotéis e Vinícola, que é um espaço completo para quem quer aproveitar o clima de cidade do interior, sem deixar o requinte de lado.

A instalação, além de oferecer um charmoso e requintado Hotel Boutique com 19 quartos em meio a exuberante natureza, vinhedos e oliveiras, possui restaurante, vinícola e sedia diversos eventos anuais ligados à cultura do vinho. A fábrica possui  3 linhas de produtos que vão dos espumantes e vinhos finos até o suco de uva 100% integral.

☌ Endereço:
Estrada Municipal de Ribeirão Branco, Taquari Mirim, Ribeirão Branco – SP.
☌ Horário de funcionamento:
Visitas de quinta a domingo.  Agendamento prévio e grupos de até 10 pessoas (devido ao Covid-19).
☌ Valor:
R$ 300 por pessoa Day Use =  passeio pelo complexo e vinícola, almoço e chá da tarde.
☌ Contato:
Reservas e agendamentos (11) 97497 8454 / (11) 4496 1414 (15) 3199 9393 / E-mail: reservas@hotelevinicoladavo.com.br
☌ Site:
http://www.hotelevinicoladavo.com.br

4. Região Centro-Oeste (Goiás)

A região tem se apresentado como um novo polo de produção de vinhos e um destino diferente para os apreciadores da bebida. A área apresenta surpresas com vinhos tintos premiados de Barbera e Syrah e experiências curiosas com fermentados de Jabuticaba. O Cerrado também produz vinhos com toques europeus em paisagens que valem a visita.

Pirineu Vinhos e Vinhedos:

Foto: reprodução / Google
O município de Cocalzinho de Goiás, às margens do Rio Corumbá, é o endereço da charmosa vinícola Pirineu Vinhos e Vinhedos que tem como atrativo as belas paisagens do planalto central.

O local fabrica vinhos de destaque produzidos no Cerrado, com uvas européias como o Bandeiras e Intrépido: premiado com o título de melhor tinto pelo Anuário de Vinhos Brasileiro do Instituto Brasileiro de Vinhos em 2012.

Os visitantes têm a oportunidade de aproveitar o clima rústico da paisagem campestre com decoração que remete a pequenas fábricas artesanais de vinhos.

O tour inclui a visita às propriedades do vinhedo e um almoço harmonizado, com opções inclusive para veganos. A principal característica do lugar é a experiência mais intimista, no qual  a dona recebe os visitantes em pequenos grupos, e a mesma também é a chefe responsável pelo almoço.

☌ Endereço:
Av. Anapolis, q 36, Lt. 14a, s/n – Cidade dos Pirineus, Cocalzinho de Goiás – GO, 72975-000.
☌ Horário de Funcionamento:
Sábados e domingos, das 10h30 às 16h30.
☌ Valor
É necessário solicitar orçamento.
☌ Contatos:
(62) 3331-3922 / (62) 99944-3314.
☌ Site:
https://pireneus-vinhos-vinhedos.business.site

Vinícola Serra dos Galés:

Foto: reprodução / Google
Para quem quer experimentar o melhor dos vinhos produzidos pelo cerrado goiano e ainda fazer um passeio que envolve o contato com a natureza, a Vinícola Serra dos Galés é parada obrigatória no roteiro.

É possível visitar tanto a fábrica quanto a vinícola, o período ideal para conhecer a plantação são os meses de junho e julho, período das uvas.

O local, que é uma das maiores produtoras do Estado de Goiás, tem em seu portfólio diversificados tipos da bebida que passeiam pelos leves e refrescantes espumantes, os adocicados e finos vinhos brancos até os mais intensos e marcantes vinhos tintos.

☌ Endereço:
Rod. GO-320, KM 1, s/nº, Setor Ponte de Pedra – Paraúna – GO, CEP: 75.980-000.
☌ Horário de Funcionamento:
De segunda a sexta, das 08h às 18h. Sábado, das 08h às 13h (visitas com agendamento prévio).
☌ Valores:
É necessário solicitar orçamento.
☌ Contato:
(64) 3556 1000.
☌ Site:
https://vinicolaserradasgales.com.br/contatos/

*Conteúdo divulgado em parceria com o site NÃO ÓBVIO