TV

Saiba quais novelas irão substituir 'Amor de Mãe' e 'Éramos Seis'

A novela de Manuela Dias teve suas gravações interrompidas por causa da pandemia do coronavírus

Agência O Globo

A Rede Globo anunciou na noite desta segunda-feira (16) que sua novela do horário nobre, “Amor de mãe”, será substituída a partir da próxima segunda-feira por “Fina estampa”. A novela de Manuela Dias teve suas gravações interrompidas por causa da pandemia do coronavírus. Já no horário das 18h, entra "Novo mundo", com o fim de "Éramos seis".

A trama de Aguinaldo Silva foi exibida pela emissora entre agosto de 2011 e março de 2012, e sua história central girava em torno de Griselda (Lília Cabral), viúva que criou três filhos sozinha e passou a sobreviver como mecânica. Usando um macacão de oficina, Griselda era conhecida como marido de aluguel ou Pereirão por seus serviços. O núcleo rico da obra era protagonizado por Teresa Cristina (Christiane Torloni) e seu fiel mordomo, o engraçado Crodoaldo Valério, apelidado de Crô (Marcelo Serrado), que idolatrava a patroa e fazia todas as suas exigências.

Fina Estampa (Foto: reprodução / TV Globo)
Confira o comunicado oficial da Rede Globo:

“A Globo está acompanhando os desdobramentos do Covid-19 e tomando medidas que possam contribuir para conter o avanço desta pandemia. A empresa tem consciência da importância do seu conteúdo para levar diversão e, sobretudo neste momento, informação para os brasileiros que estarão cada vez mais em casa nos próximos dias. Levando em conta a segurança das suas equipes e este compromisso da Globo com a sociedade, várias decisões foram tomadas e algumas delas o público verá refletidas na sua relação com os conteúdos de jornalismo, esporte e entretenimento, em todos os canais Globo de TV por assinatura, Globoplay e TV Globo.

No caso da TV aberta, que chega a quase 200 milhões de brasileiros, a Globo vai aumentar muito a presença do jornalismo, chegando a 11 horas de programação ao vivo consecutivas, das 4h da manhã às 03h da tarde. Com isso, alguns programas terão a sua exibição suspensa.

As novelas da Globo terão suas gravações paralisadas, o que vai comprometer suas exibições. Algumas terão seus finais antecipados e outras terão que ser interrompidas mesmo. Por que faremos isso? Porque evitar o contato físico é fundamental na estratégia da sociedade para conter a expansão do vírus. E não há novelas sem abraços, apertos de mãos, beijos, festas, cenas de briga, cenas de amor, cenas de carinho, tudo aquilo que reflete a vida real, mas que, hoje, não pode ser encenado em segurança. Interrompendo as gravações, protegemos nossos talentos e, ao mesmo tempo, a sociedade: evitando o contágio aqui, evitamos que ele se espalhe lá fora. O nosso primeiro compromisso é com a saúde de nossos colaboradores e do público.

O jornalismo continuará atuando, e cada vez mais. Porque é possível fazer jornalismo mitigando os riscos, evitando contatos físicos e redobrando medidas de higiene. Assim como o chamado distanciamento social – evitar contato físico –, a informação é uma das mais poderosas armas contra o vírus. E o jornalismo da Globo dará a sua contribuição.

Para garantir diversão nessa situação que vivemos, quando as pessoas estarão mais tempo em casa, vamos exibir grandes sucessos recentes da Globo em uma edição compacta. ‘Malhação: Viva a Diferença’, ‘Novo Mundo’, ’Totalmente Demais’ e ‘Fina Estampa’ vão voltar a fazer parte do dia a dia do público.

A Globo traçará estratégias específicas para cada momento e divulgará de forma transparente todas as decisões tomadas. Levando em conta sempre os interesses e as necessidades do seu público, dos seus colaboradores e dos seus parceiros comerciais.”