Turismo

"Salvador pode ultrapassar o Rio no turismo de eventos", diz prefeito

Novo Centro de Convenções da capital baiana foi inagurado, com evento aberto ao público, neste domingo (26)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Com a inauguração do Centro de Convenções de Salvador, a capital baiana pode até mesmo ultrapassar a cidade do Rio de Janeiro no quesito turismo. Foi o que garantiu o prefeito ACM Neto.

Foto: Divulgação/Secom
"Esse é um dia muito especial para Salvador e para a Bahia, que sintetiza o sonho de nossa cidade, que vai impulsionar a economia e gerar emprego na veia. Entramos no roteiro dos principais eventos nacionais e internacionais, e queremos, no mínimo, retomar a posição que já tivemos de terceiro destino no turismo de negócios do Brasil. Mas acredito que possamos passar o Rio de Janeiro (RJ) e chegar ao segundo lugar, até porque a rede hoteleira vai acompanhar esses investimentos que fizemos aqui e que estamos fazendo na orla, no Centro Histórico e em toda cidade ", declarou o prefeito ACM Neto durante ao evento de inauguração aberto ao público realizado neste domingo (26).


"Por isso, a gente investiu tanto aqui, numa obra feita em tempo recorde, em 15 meses, com investimento de R$130 milhões, com recursos próprios. Por isso a população está aqui hoje presente abraçando esse equipamento que pode receber até 20 mil pessoas", acrescentou o prefeito.



Empregos

Até o momento, 20 eventos já estão contratados para acontecer este ano no CCS, segundo a GL Events, empresa que vai administrar o equipamento pelos próximos 25 anos e que tem experiência internacional na área do turismo de negócios. Mas a expectativa é que esse número chegue a 50. Em três anos, a previsão é da realização de 130 eventos. Cada um deles pode gerar de mil a dois mil empregos temporários, estima a Prefeitura.


"Temos um equipamento versátil, que se adapta à necessidade do evento. Pode ser pequeno, grande ou médio", disse o diretor-geral do CCS, Ludovic Moullin, lembrando que essa agenda começa em março. "Esses eventos que vamos receber irão colocar Salvador num novo patamar de desenvolvimento do turismo de negócios. Quem vai ganhar com isso é a população, pelos empregos. Nada melhor do que trazer a população aqui hoje e colocar o centro no coração de cada um", complementou o secretário de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco.