Turismo

Salvador receberá 146 mil turistas de cruzeiros; balé recepciona os primeiros

A última embarcação, vinda de Santos, vai atracar no dia 10 de abril de 2018

Amanda Palma, do Correio 24h

A partir desta quarta-feira (15) e até abril de 2018 um total de 51 navios atracará no porto de Salvador com a estimativa de trazer cerca de 145 mil passageiros, durante a temporada de cruzeiros.

A primeira embarcação atracou hoje por volta das 7h no porto da capital vindo de Santa Cruz de Tenerife, Espanha, com 4.363 passageiros. A última, vinda de Santos, vai atracar no dia 10 de abril de 2018, com a mesma quantidade de passageiros.

Para recepcionar os turistas, dançarinos do Balé Tradição apresentaram uma performance sobre os orixás, bem na entrada da alfândega. A ideia é apresentar um pouco da programação do Pelourinho Dia e Noite. A maior parte dos turistas é da Europa. O próximo navio que aporta aqui será na segunda-feira (20), também  da MSC, com turistas da Europa.

Estão previstos navios chegando de Búzios, Maceió, Recife, Ilhéus, Rio de Janeiro, Fortaleza e Cabo Frio (RJ). A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) estima que cerca de 85% dos passageiros que chegam nas embarcações descem para visitar a cidade e vão às compras.

“Isso representa um volume em torno de 128 mil pessoas consumindo na cidade nos ramos de alimentação, vestuário, passeios turísticos, aquisição de artesanato, dentre outros”, explicou o gestor da pasta, Claudio Tinoco.

Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos e acompanhada pela Secult avalia que os turistas terão gasto médio de R$ 485 nesta temporada, o que significa a movimentação de R$ 62,5 milhões em todo o período dos cruzeiros. Além do turismo, Tinoco destaca a arrecadação com a taxa pelo uso do Terminal Marítimo, que é de R$ 60 por pessoa. “Isso significa uma receita de R$ 7,7 milhões”, calcula. As estimativas apontam uma movimentação econômica de cerca de R$ 70 milhões em Salvador.

O diretor de Operações Turísticas das Bahiatursa, Paulo Vital, ressaltou que os visitantes fomentam o turismo. "Vamos receber bem os turistas com todo o entusiasmo, dando as informações necessárias para que tenham dias de muita alegria na capital baiana. Os visitantes alimentam a cadeia turística com despesa com guias, transporte, alimentação em restaurantes, movimentando a economia da cidade. Queremos que eles se sintam bem e queriam retornar para ficar mais tempo no estado e conhecer também outras cidades", afirma.

Desembarque

O MSC atracou no Porto de Salvador por volta das 7h, mas somente uma hora depois os primeiros passageiros começaram a descer da embarcação. A boliviana Alcira Ruiz, 68 anos, foi uma das primeiras a desembarcar do MSC, por volta das 8h. A ideia era aproveitar ao máximo a capital baiana. "Essa é a 13ª travessia que eu faço. Eu adoro. Já cumpri com todas as minhas obrigações: criei os filhos, estou viúva e agora é aproveitar a viagem", contou. Alcira estava desejando reencontrar o Mercado Modelo e passar pela escadaria da Igreja do Senhor do Bonfim. "Tem gente que não acredita nessas coisas, mas eu me sinto muito bem lá", explicou.

A comerciária curitibana Mari Ângela Margas, 55 anos, não via a hora de pisar em solo firme. "Foram seis dias na água, eu não via a hora de pisar em terra firme e comer de novo a nossa comida", disse. Ela já conhece Salvador e a programação do dia é fazer um tour pelo Centro Histórico, com o grupo de 10 amigos que a acompanhavam no cruzeiro.

Já a contadora Ana Maria Schmidt, 49 anos, se encantou com a recepção no Porto de Salvador. "A gente estava com saudade do nosso país e ser recepcionada assim é incrível. É um resumo do nosso país, é o colorido, a nossa alegria", disse a turista, enquanto abraçava uma baiana de receptivo da Bahiatursa, que distribuía fitinhas do Senhor do Bonfim.

Melhorias


Para receber a temporada de navios na cidade, a Socicam investiu cerca de R$ 3 milhões, segundo o gerente de operações da Socicam, Gustavo Andrade. Entre as melhorias, mais investimento na modernização da infraestrutura. "Eu destaco a ampliação do número de portões de embarque, de scanner de bagagens, que é o mais moderno do país e a ampliação da rampa de desembarque", enumerou o gerente.

Ainda de acordo com Gustavo, para essa temporada, a empresa também em segurança. "O porto está totalmente monitorado com câmeras que funcionam 24h, com um sistema moderno de monitoramento e que está atento a todo e qualquer movimento de pessoas do terminal", explicou.