Música

Salvador vai receber grande homenagem ao samba em abril

Serão seis shows gratuitos, em praças ou grandes espaços públicos, em seis capitais: além de Porto Alegre, Rio, Brasília, Recife, Salvador e São Paulo

Hagamenon Brito

São Paulo - Depois de homenagear Elis Regina (1945-1982), em 2012, com Maria Rita interpretando pela primeira vez os sucessos de sua mãe, e de celebrar Tom Jobim (1927-1994) no ano seguinte, com Vanessa da Mata cantando os clássicos do maestro soberano, o projeto Nivea em 2014 resolveu festejar o samba, o mais brasileiro dos gêneros musicais.


Martinho da Vila, Alcione, Roberta Sá e Diogo Nogueira vão cantar Noel Rosa, Ary Barroso e Ataulfo Alves




Dia 16 de março, em Porto Alegre, estreia a turnê nacional do projeto Nivea Viva o Samba, com Martinho da Vila, Alcione, Roberta Sá e Diogo Nogueira interpretando pérolas de mestres como Noel Rosa, Ary Barroso e Ataulfo Alves.


Serão seis shows gratuitos, em praças ou grandes espaços públicos, em seis capitais: além de Porto Alegre, Rio (23 de março), Brasília (6 de abril), Recife (13 de abril), Salvador (27 de abril) e São Paulo (25 de maio). Com a presença dos artistas, da diretora artística Monique Gardenberg e da diretora de marketing da Nivea, Tatiana Ponce, o projeto foi lançado ontem, em São Paulo, para a imprensa e convidados.


"Fiquei surpresa quando me convidaram, mas foi muito gratificante. É sempre bom ver o samba sendo homenageado, sendo colocado no seu devido lugar, porque o samba e os sambistas sofreram muito historicamente. E eu vou cantar até dizer chega", disse Alcione, rouca por ter caído no samba no ensaio da Mangueira, no domingo.


"Vai ser divertido para todos, porque gosto de me divertir em tudo que faço. E vou estar ao lado de Alcione, que já me salvou tantas vezes com esse leque dela; de Diogo, que vi na barriga da mãe; e de Roberta Sá, essa beleza de cantora", afirmou o mestre Martinho, sempre alto-astral.


O quarteto escolhido para homenagear o samba, cuja primeira canção do gênero no Brasil (Pelo Telefone, de Donga e Mauro de Almeida) foi gravada em 26 de novembro de 1916, representa um encontro de gerações. Para a diretora artística Monique Gardenberg, "fazer um grande evento com o samba sempre foi um desejo".


E o projeto Nivea é, de fato, um evento grandioso: a turnê de Vanessa da Mata cantando Tom Jobim, por exemplo, foi vista por mais de 420 mil pessoas  - em Salvador, o show aconteceu no Farol da Barra -, além de ter seus shows transmitidos pela internet. 


*O jornalista viajou a convite da Nivea



Matéria original: Correio 24h
Salvador vai receber grande homenagem ao samba em abril