TV

Seis finalistas disputam o título de 'PopStar' da TV Globo neste domingo

Malu Rodrigues, Jeniffer Nascimento, João Côrtes, Renata Capucci, Sergio Guizé e Mouhamed Harfouch estão na briga por R$ 250 mil e um carro zero

Agência O Globo

Após dois meses de intensa competição e muitas canções, chegou a hora de escolher o vencedor. Os seis finalistas de “PopStar”, Malu Rodrigues, Jeniffer Nascimento, João Côrtes, Renata Capucci, Sergio Guizé e Mouhamed Harfouch se enfrentam hoje, às 12h45m, no último programa da temporada. Candidatos com trajetórias diferentes, mas com um objetivo comum: levar o prêmio de R$ 250 mil e um carro zero. Ansiosos pela grande final, eles fazem planos e avaliam o que mudou na sua vida com o programa.

A disputa se dará em três etapas. A primeira elimina dois dos seis finalistas; na segunda, os dois participantes com as maiores notas passam adiante; na derradeira etapa, o artista que tiver a maior pontuação ganha o sonhado título. — Nunca achei que o público fosse me abraçar, e o programa veio como uma resposta. Estou me descobrindo e quero cantar cada vez mais — avalia Jeniffer, favorita ao título desde o início da competição. — Ganhando ou não o “PopStar”, cogito gravar um EP e fazer shows. Tenho algumas canções próprias, mas não sei se estou madura o suficiente para compor com uma pegada comercial. Por isso, procuro compositores que tenham músicas a ver comigo. Gosto do pop com referências no R&B.


A aposta em Jeniffer, 25 anos, veio por seu currículo. Ela estourou na TV como Sol, a aspirante a cantora em “Malhação”. Já fez quatro grandes musicais e integrou a banda Girls, após vencer um reality do Multishow. Mas com o programa ganhou uma nova visibilidade: 120 mil novos seguidores no Instagram. Para a final, já decidiu: — Vão ser três músicas, num resumão de tudo o que apresentei até aqui. Vai ter performance, agudos, emoção.

Jeniffer, porém, não é a única participante com background musical. Com 14 musicais na carreira, Malu Rodrigues poderia tirar de letra o nervosismo das apresentações. Mas ela garante que o reality é uma das coisas mais difíceis que já fez. — É diferente porque sempre fiquei escondida atrás dos personagens. Agora estou dando a cara a tapa.

Arriscar tem valido a pena. Primeira finalista da temporada do “PopStar”, Malu conquistou o público. — Entrei sem pretensão nenhuma de ganhar o programa. Estou muito feliz com o reconhecimento.

Para quem entrou aos 45 minutos do segundo tempo, sendo escalado só depois que Fábio Lago desistiu de participar da atração, disputar o prêmio de R$ 250 mil já é uma vitória para o ator João Côrtes. Feliz por ter conseguido mostrar um lado desconhecido do público, ele adianta: uma das três músicas que apresentará hoje é de Ray Charles, bem no estilo jazz/blues que vem apresentando. Ele também prepara um álbum, que já tem até nome: ““Elevador gourmet”. — Foi uma correria e tanto. Estou ansioso e, ao mesmo tempo, muito feliz. O “PopStar” é um divisor de águas na minha carreira — diz Côrtes, que já faz planos com o dinheiro: — Quero ir a Los Angeles (EUA) estudar roteiro, investir num longa que escrevi e no meu CD.

De todos os 14 candidatos que iniciaram a competição, a jornalista Renata Capucci talvez fosse a que tinha menos expectativa quanto à vitória. Dedicada a apurar reportagens, nunca havia cantado antes. Nem aula de canto havia feito. Por isso, a surpresa — e satisfação — de estar na final. — A expectativa continua nenhuma, entrei para me divertir e vou continuar assim — diz Renata. — Nunca imaginei que fosse tão longe. Quando fui convidada, aceitei porque é um programa que fala de coisa boa, para a família. Mas todo mundo sabe que não sou cantora, sou jornalista.

E, apesar da boa recepção do público e dos jurados à sua voz, ela pretende continuar apenas com o jornalismo. — Um produtor falou em gravar um single e achei graça — brinca. — Até hoje, isso nunca passou pela minha cabeça. Meu barato é contar histórias, cantar é só um hobby.