Turismo

Setembro mostra aquecimento no comércio de voos domésticos

Procura mostra que este foi o melhor mês desde o início da pandemia. Na Bahia, 100% da ocupação dos leitos no feriado de 7 de setembro demonstra retomada do turismo

Redação iBahia

Quem ainda está na dúvida sobre viajar no final do ano deve se adiantar. Dados do setor aéreo demonstram que setembro foi o melhor mês no fluxo de voos domésticos desde o início da pandemia, ainda que esteja muito abaixo do mesmo período de 2019.

Números apresentados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) mostram que, seja pela confiança sanitária no meio de transporte – já que o avião é considerado um dos ambientes mais seguros também em relação a risco de contaminação – ou pelo relaxamento das pessoas após seis meses em casa, a demanda por voos aumentou.

E a previsão da malha para outubro não é diferente. A Abear espera que, no Brasil, os voos domésticos ultrapassem a marca dos mil diários já na segunda quinzena de outubro.

Então, quem ainda quer aproveitar os baixos preços causados pela pouca procura no mercado, é bom se adiantar, já que a tendência é o aquecimento nas vendas com a chegada do verão e das festas de final ano.

O diretor da Agência de Viagens Mascaro Tour no Nordeste, José Alves, lembra que o período também está favorável para compra de passagens para o exterior, quando o assunto é economia. "Hoje, mesmo com o dólar em alta, é possível fazer viagens para locais considerados de grande procura na Europa, como Portugal e Madrid, por exemplo, por um preço muito acessível e ainda dividir em 10 vezes", contou.

O aquecimento no turismo também é observado, segundo ele, pela ocupação de 100% nos leitos do Litoral Norte da Bahia, no feriado de 7 de setembro. " Graças a Deus a procura foi muito grande. Todo o setor turístico está fazendo um esforço enorme para oferecer um ambiente seguro para nossos visitantes e isso, de fato, faz muita diferença. Os hotéis, guias, pessoal do translado, tudo é preparado com muito cuidado para que as pessoas só se preocupem com a diversão", continuou.

Disse ainda que 12 de outubro também deve seguir a mesma tendência, o que requer planejamento de quem ainda pretender viajar no feriadão, principalmente por estes espaços não estarem trabalhando com a totalidade  da capacidade como medida preventiva contra a Covid-19. " Como os hotéis e resorts estão funcionando com 70% da capacidade, quem deixar para última hora, pode não encontrar mais vagas", alertou.