Música

Show de Sandy e Junior em Salvador tem ingressos a partir de R$ 70

Evento acontece no dia 13 de julho, na Arena Fonte Nova

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O show de Sandy e Junior em Salvador está confirmado para acontecer no dia 13 de julho, na Arena Fonte Nova, a partir das 20h30. Os ingressos para o evento começam a ser vendidos nos dias 20 e 21 de março para clientes Cartões Elo. O público em geral vai poder adquirir os bilhetes no dia 22, no Ingresso Rápido.

Foto: Rosa Marcondes/Divulgação

Os valores variam a depender do setor escolhido. A Cadeira Central Turu Turo custa R$ 140 (meia) e R$ 280 (inteira), enquanto o FrontStage Eu Acho Que Pirei fica R$ 150 (meia) e R$ 300 (inteira). A Cadeira Lateral As Quatro Estações sai por R$ 100 (meia) e R$ 200 (inteira) e Cadeira Superior A Lenda custa R$ 70 (meia) e R$ 140 (inteira). Os preços são de primeiro lote e podem mudar sem aviso prévio. 

Além de Salvador, a turnê vai passar no dia 12 de julho em Recife, 19 de de julho em Fortaleza, 20 de julho em Brasília, 3 de agosto no Rio de Janeiro, 17 de agosto em Belo Horizonte, 24 de agosto em São Paulo, 31 de agosto em Curitiba, 13 de setembro em Manaus e 14 de setembro em Belém. 

O reencontro

O anúncio da turnê 'Nossa História', que marca os 30 anos da dupla, foi feito durante coletiva em São Paulo, na quarta-feira (13). Na ocasião, Sandy e Junior explicaram e o reencontro é pontual e não um retorno. Eles ainda negaram que o projeto vá virar um DVD, mas confessaram que estão muito emocionados com a novidade. 

"Estou muito feliz com o privilégio que a gente tem de poder revistar e viver e ampliar a nossa obra e nossa história. De lá pra cá, evoluímos como artistas e pessoas. É uma experiência muito louca voltar a esse lugar. Minha vida mudou muito de lá pra cá. É um privilégio muito grande e de fato estou muito feliz", confessou Júnior durante a coletiva.

"Estou muito emocionada. É uma grande emoção poder reviver essa história toda. É como uma celebração e muito importante pra gente. A gente estava se transformando em quem a gente é hoje e foi um período muito bom pra gente. É uma grande alegria poder dividir isso com nosso público que pedia muito isso. Acho que pela primeira vez nos sentimos prontos para isso", disse Sandy.

A ideia do trabalho, segundo o diretor geral Raoni Carneiro, é reviver essa história: "o nome da turnê vem do resultado de processo criativo, colaborativo. Eles tinham várias opções de nomes, mas quando a gente começa a pensar junto, o que estávamos fazendo ali era contar a nossa história, da dupla, dos fãs... E estar ali no show, era reviver um pouco da nossa história".