Séries

'Soltos em Floripa' terá que retirar 'cenas eróticas' por determinação da Justiça

Caso a determinação não seja cumprida, a Amazon Prime deverá pagar uma multa diária de R$ 500

Agência O Globo

A Justiça de Santa Catarina determinou na tarde desta segunda-feira, dia 13, a retirada das participações de duas figurantes do reality show ''Soltos em Floripa'', da Amazon Prime, por extrapolarem ''o direito de intimidade'' das autoras das ações, cujas identidades não foram divulgadas.

Foto: Divulgação 

Em nota, a assessoria do Poder Judiciário de Santa Catarina explicou que as jovens - que entraram com ações individuais contra a produtora do programa - alegaram que "as cenas de cunho erótico da qual participaram, apesar de consentidas, extrapolavam o direito à intimidade de ambas". Por isso, a juíza Ana Luisa Schmidt Ramos determinou a retirada de suas participações dos episódios em que aparecem.

''Se não dá para dizer que a autora autorizou ou não, em algum momento, o uso de suas imagens, uma coisa é certa: ela agora não quer mais ver sua intimidade e sua vida privada exposta ao público. Vale dizer: se é que um dia houve contrato entre elas e as rés, ela agora expressamente revogou unilateralmente esse contrato e quer ver cessadas imediatamente as condições eventualmente ajustadas", afirmou a magistrada na liminar.

Caso a determinação não seja cumprida, a Amazon Prime deverá pagar uma multa diária de R$ 500. A imagem das figurantes também deverá ser retirada do material de divulgação do seriado, sob pena de multa diária no mesmo valor em caso de desobediência.

A juíza ainda determinou que contratos, vídeos, fotos e outros registros audivisuais das autoras da ação em posse da produta Floresta devem ser apresentados em juízo no prazo de cinco dias.

Procurada pela reportagem, a Amazon Prime ainda não esclareceu se recebeu a liminar ou se cumprirá com a determinação judicial.