TV

Taís Araújo fala sobre substituir Fernanda Lima no 'Popstar'

"Não esperem que eu cante", avisou atriz

Regiane Jesus, da Agência O Globo
- Atualizada em

O canto de Taís Araújo não será ouvido em “PopStar”. Na segunda temporada do reality show musical, cabe à atriz, que soltou a voz na série “Mister Brau” (2015/2018), apenas o papel de dar vez (e voz) aos 14 participantes da atração — entre eles, a jornalista Renata Capucci e os atores Eri Johnson e Sergio Guizé. Após experiências no canal GNT como apresentadora nos programas “Superbonita” (2006/2009) e “Saia justa” (2017), chegou a hora de ser a dona do microfone na Globo. Mas não se engane: ela estará ali exclusivamente para falar!

— Não esperem que eu cante. Não vai ter isso, não (risos). Até dá a maior vontade de cantar, mas é que eu não sei mesmo. Se tivesse talento.... Não tenho estabilidade emocional para passar por isso. Ficaria muito nervosa. Não tenho coragem nem segurança no meu canto. Para uma pessoa estar cantando em dez episódios do programa, ela tem que achar, no mínimo, que segura. Eri, por exemplo, sabe que não canta muito, mas ele é um showman. Eu não sou uma show-woman! Não é medo de ser julgada, mas a gente tem que saber o lugar que ocupa — diz a artista de 39 anos.


Quem assistiu a “Mister Brau” tem dificuldade em acreditar nas palavras de Taís quando ela garante não ter desenvoltura nos palcos. A atriz explica o fenômeno que acontecia nas gravações da série para arrasar na pele da cantora Michele: — O diretor musical de “Mister Brau”, Ricardo Leão, que também está no “PopStar”, cantava por mim (risos). Eu gravava, ele afinava tudo em estúdio, e o pessoal achava que eu cantava. Meu maior desafio não era cantar, eram os shows. Não sou popstar, não sei olhar para as pessoas e cantar. Tenho vergonha! Nas apresentações da Michele, fazia tudo olhando para o infinito.

Já que Taís vai ficar devendo soltar a voz como cantora nesta segunda temporada do “PopStar”, ela promete não economizar no quesito emoção: — Eu me envolvo! Estou num reality show, então, não consigo estar ali só apresentando. E essa nem é minha proposta. Sou a pessoa que mais chora, estou no top five das manteigas derretidas. Adoro as apresentações, quero estar ali participando com o elenco. Estou de mãos dadas com eles nesse lugar novo para todos nós. Quero morrer quando um participante vai bem no ensaio e não se sai tão bem na apresentação — conta, referindo-se aos dois primeiros programas que já foram gravados: — Cantei com eles, dancei com eles, ri com eles, sou um deles. Essa é a real. Só que não estou competindo, o que me deixa num lugar mais confortável.

Madura, mãe e profissional

De repente, 40

É sem crise que Taís Araújo completará 40 anos em novembro: “Estou achando um luxo fazer 40. Juro! Fico feliz, emocionada e orgulhosa do que construí. Não são 40 anos só de glória. Mas as dificuldades fazem parte. Se a vida fosse só flores, não aprenderíamos nada”.

Educação dos filhos

Casada com Lázaro Ramos e mãe de João Vicente, de 7 anos, e Maria Antônia, de 3, a atriz se preocupa em mostrar a dura realidade do país para os filhos: “Quero que meus filhos entendam que são privilegiados, mas que vivem num Brasil de muita desigualdade”.

Agenda cheia

Taís está conciliando o “PopStar” com a série “Gaia” (ainda sem data de estreia), em que interpreta uma ativista ambiental.