Teatro

Teatro em casa: confira a lista de transmissões para o mês de abril

Lives ajudam a matar a saudade do entretenimento em tempos de pandemia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Está em busca de uma boa distração em casa? As lives de teatro podem ser uma ótima opção. Além disso, elas ajudam a matar a saudade do entretenimento em tempos de pandemia. Confira a lista:

Projeto Cordéis Fabulosos: Contos e Fábulas em Cordel - 26 de fevereiro a 10 de abril de 2021

O projeto apresenta fábulas e contos populares brasileiros de diferentes matrizes étnico-culturais, adaptadas em formato de literatura de cordel pelo premiado cordelista baiano Osmar Machado Jr. (Osmar Tolstói) e encenadas pelo Grupo Pra Lá e Pra Cá. Os vídeos podem ser acessados no canal do Youtube

Respira, Segura e Solta - 13 de março a 4 de abril , as 18h

A peça conta a história de uma mulher que começa uma jornada de autoconhecimento através de um aplicativo de meditação e acaba se apaixonando pela voz dos áudios compartilhados diariamente em seu celular. Nesse processo solitário de escuta, aguçado pelo estado de paixão, ela conecta-se a um novo coletivo, formado por sua própria voz e pelas vozes dos artistas, pensadores e amigos que alimentam sua imaginação. O espetáculo terá transmissão no site oficial.

Espetáculo Lenda das Yabás - 27, 28, 3 e 4 de abril , ás 19h

“Lenda das Yabás” traz a história da ancestralidade da cultura afro-brasileira, bebendo da sua fonte mais pura ao se utilizar das lendas de seis Yabás (orixás femininas): Yansã, Óba, Yewá, Oxum, Yemanjá e Nanã. Entrelaçando os contos dessas divindades, passando ainda por outros Orixás como Otim, Exu, Xangô, Ogum, Omolu e Oxalá. Para comprar o ingresso e ter o link de acesso ao espetáculo, basta ir ao site do Sympla.

Sobejo - Porque ainda é preciso gritar - 8 de março a 6 de abril

O monólogo interpretado por Eddy Veríssimo narra a história de Georgina Serrat, uma mulher que vê sua saúde mental, felicidade e sonhos destruídos quando descobre no casamento a face violenta do marido. Os ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira) e podem ser adquiridos através da linklist do espetáculo ou através da plataforma online do Teatro Gamboa Nova onde ocorrerão as apresentações ao vivo, sempre às 19h.

Ensaios sobre o fim – A peça - 19 de março a 18 de abril

Sempre às sextas, sábados e domingos, a partir das 20h, a atriz e psicóloga Cristina Leifer apresenta o espetáculo que aborda reflexões sobre a morte, com base em experiências pessoais da atriz e no atual momento de pandemia. Os ingressos custam a partir de R$ 20,00 e podem ser adquiridos através do link.

Ritualístika - 27 de março a 25 de abril, ás 20h

O espetáculo musical  narra uma história "agridoce". Forjada pelo sabor ácido do desequilíbrio ambiental e social que atravessamos, ao mesmo tempo em que evoca toda a doçura da beleza biodiversa do Brasil e do nosso continente, a proposta é gerar um impacto reflexivo sem a densidade de um discurso social ou político, mas com a autenticidade própria da personalidade obstinada da artista. Os ingressos podem ser adquiridos através do Sympla.

CASALS + PICASSO + NERUDA - 25 de março a 4 de abril, ás 19h

A peça discute o papel das artes na luta contra o autoritarismo a partir dos exemplos de três grandes artistas do século XX que, além da coincidência do nome e do ano de falecimento (1973), também estão unidos pelo uso de suas linguagens (respectivamente, música, pintura e poesia) como armas para denunciar e combater a ditadura fascista do General Francisco Franco, na Espanha. Os ingressos estão à venda no Sympla e custam R$10, R$20 e R$ 50.

A Reza - de 01 a 10 de Abril, às 20h

A Reza traz uma personagem negra, em situação de vulnerabilidade social, desamparada e que realiza um aborto caseiro em cena, tendo como único apoio a sua fé no divino, ao qual roga ao mesmo tempo por força e absolvição. Durante toda a apresentação, a negação ao direito de decidir sobre o próprio corpo é trazida como mais uma expressão da mentalidade machista e misógina em que se encontra estruturada a nossa sociedade. Os ingressos podem ser adquiridos através do Sympla.

O Desejo do Outro - De 02 a 17 de abril, ás 20h

Durante a peça, sem um entendimento do que Pedro busca com esse encontro, o público vai vendo-o desvelar fatos e segredos de pai e filho. O ator disseca objetos num retroprojetor, que quando projetados no cenário, ganham contornos de imagens microscópicas de vírus, células, amálgamas de DNA, glóbulos e amebas, como seu pai fez quando era pesquisador científico ao dissecar materiais laboratoriais para exames diagnósticos. Pedro vai investigando até revelar a doença que levou à morte do pai: seu pai era homossexual e a doença misteriosa que o acometia era AIDS. O espetáculo pode ser assistido através do youtube.

Major Oliveira - 2 de abril, ás 19h

Em cena, a história de um major abandonado no asilo pelos filhos logo após a instalação da Comissão da Verdade no Brasil e como ele tenta encontrar o controle sobre a vida. Ao perceber que não controla mais seu corpo, família e a política no país, ele passa a perturbar aqueles que o visitam na manhã de um domingo onde o espetáculo se passa. Os ingressos podem ser adquiridos através do site.

Em Busca da Ilha Desconhecida - 3 de abril, ás 17h

A peça se baseia no conto de José Saramago feito especialmente para a EXPO 98 Lisboa. Muito além de trazer para o teatro a obra de um escritor de indiscutível relevância para a história das artes, este projeto traz à tona a construção dos sonhos, de seus alicerces, o que se conecta perfeitamente com a vida de crianças e jovens, em seus primeiros passos na relação social. Os ingressos podem ser adquiridos através do site.

I Mostra de Teatro Solo Stella Maris - 3 a 10 de abril

A iniciativa busca fomentar o teatro, além de difundir e inserir no circuito cultural da cidade. Os solos, O avô e o rio (3), Dona Coca (4), Diário de uma vagina (6), Encruzilhada (7), Major Oliveira (8), Tentáculos (9), Sobejo (10), serão transmitidos pelo canal da Mostra no youtube.

Tu Maracá!: Brincantes Online - 3 e 4 de abril, ás 17h

A obra fílmica reúne música, movimentos e visualidade do Maracatu, importante manifestação cultural de Pernambuco, e celebra o mês dedicado à dança. As apresentações podem ser assistidas no canal do diretor Ícaro Ramos no Youtube.

A Gata de Botas - 3 de abril, ás 16h

Na contracena, os artistas se revezam nas diversas narrativas que começam a partir da herança deixada por um moleiro (dono de um moinho) para seus três filhos. Daí em diante a gata muito esperta e falante fará uma viagem ao passado, se envolvendo numa grande aventura, cheia de peripécias, onde enfrentará a fúria de um gigante. Os ingressos podem ser adquiridos através do Sympla

Quimera - 6 a 17 de abril

O espetáculo trata de sentimentos comuns a tantas pessoas, assumindo a discussão sobre os efeitos causados pela pandemia do Covid-19, junto ao desafio de trazer as Artes Cênicas para o campo do audiovisual. A peça pode ser assistida através do youtube.

Um corpo de palavras - 10 de abril, ás 16h

O espetáculo conta a história de uma menina chamada Paula, cujo corpo se cobria de palavras sempre que ouvia, dos adultos, rótulos e julgamentos que diziam quem ela era ou deveria ser. O espetáculo pretende levar a reflexão sobre o poder das palavras-rótulos que são usadas desde a mais tenra infância, para julgar as crianças como “birrentas, chatas, teimosas, boas ou más”, de forma a conduzir o olhar delas sobre elas mesmas durante toda a vida. A peça pode ser assistida através do youtube.

Amuleto - 10 de abril, ás 18h

Amuleto é a reunião de 10 solos autorais dos bailarinos da Companhia com direção dramatúrgica de Guego Anunciação. Durante a realização do projeto, cada intérprete-criador tinha a missão de criar uma cena que falasse da sua experiência pessoal com o processo criativo. O espetáculo pode ser assistido através do youtube.

Joelma - 10 de abril, ás 19h

A montagem revela a história de uma das mais longevas mulheres trans do Brasil, atualmente com 76 anos, e aborda questões de gênero e sexualidade. O espetáculo pode ser assistido através do canal Território Sirius no YouTube.

PARA-ISO - 10 de abril

A peça propõe uma reflexão sobre o modo como o HIV/Aids e o COVID-19 têm atingido os corpos gays, numa tentativa de tecer uma correlação entre as epidemias que distam em 40 anos. O espetáculo teatral dividido em oito episódios pode ser assistido através do canal do youtube do CORRE.

Enxurrada Casa Preta III - 10 de abril, ás 20h

O solo que recria a tragédia grega para os contornos reais da voz, do corpo e do pensamento de uma mulher negra, expõe opressões sofridas por essas mulheres em diferentes lugares de fala e tempos históricos.  O espetáculo pode ser assistido através do canal do youtube.

Soul Transformista - 10 de abril, ás 20h

O espetáculo completa dez anos desde que estreou nos palcos e se reinventa, em meio à pandemia que impactou o mundo. Com nova formação, o elenco apresenta ao público uma edição especial no dia 10 de abril, às 20h, no canal do Dois Terços no YouTube. O projeto ainda conta com lives nos dias 7 e 9 de abril com diálogos entre artistas e profissionais responsáveis pela produção da montagem.

Valsa Salvador - 11 de abril

O projeto busca incentivar a dança, em especial nos bairros mais populares de Salvador. Com apresentação de doze grupos, a transmissão acontece através do canal do youtube do evento.

Cena Agora - 15 a 18 de abril, ás 20h 

0 Itaú Cultura estreia a programação virtual Cena Agora, projeto do Núcleo de Artes Cênicas que tem como proposta exibir cenas criadas especialmente para o programa a partir de alavancas poéticas provocadas por questões atuais. Nesta primeira edição, a temática Encruzilhada Nordeste(s): (contra)narrativas poéticas conduz uma programação de bate-papos e seis apresentações de artistas de cinco diferentes estados da região. A proposta é criar uma pluralidade de perspectivas sobre o tema, questionando as construções estereotipadas ou colonizadas das identidades nordestinas diante da diversidade polifônica desse universo. Para mais informações acesse o site.

Café com as Cameratas - 14 a 23 de abril 

As Cameratas da OSBA, projeto de extensão da Sinfônica da Bahia formado pelos grupos Opus Lumen, Quadro Solar, Quarteto Novo e Bahia Cordas, trazem dois vídeos musicais do projeto “Café com as Cameratas #Drops” neste mês de abril, que estarão disponíveis para o público da OSBA e o de instituições parceiras através das redes sociais.

Inimigos -16 de abril

A trama original de Ibsen conta a história de um médico em uma pequena cidade litorânea norueguesa que, ao tornar público um problema de contaminação dos recursos hídricos no balneário, torna-se gradativamente o inimigo do povo, ao contrário do que imaginara enquanto prestava esse parecer à saúde pública da população. O espetáculo-game poderá ser baixado gratuitamente no site oficial do coletivo cênico.

Alimentando as Feras - 18 a 21 de abril, ás 19h

O espetáculo conta a história de três mulheres com transtorno borderline (transtorno mental caracterizado por humor, comportamentos e relacionamentos instáveis); com perfis e histórias de vida bem distintas e que se encontram em uma sala virtual para uma sessão de terapia em grupo. A peça pode ser assistida através do youtube.

Sarauzinho da Calu - 18 de abril, ás 16h

Com música, histórias, canções e poemas originais, a montagem fala da importância de conhecer os sonhos de crianças negras, respeitando a tradição, memória e identidade. A peça pode ser assistida através do youtube.

A Mulher Sem Cabeça - 20 de abril

A apresentação é uma fábula em realismo fantástico que se apoia na linguagem da performance audiovisual para contar uma história ficcional-autobiográfica. Na trama, o alter-ego de Sanara busca meios de romper com os limites e violências psíquicas impostas pela colonialidade para um corpo negro-feminino, através de tecnologias e saberes ancestrais que lhe dão o sustento para experimentar novos processos de reinvenções de si. A performance pode ser assistida através do youtube.

Inferno - 24 de abril, ás 19h

O espetáculo conta a história de Vânia, a “moça da faxina”, que provoca reflexões ao falar sobre as zonas de preconceito e invisibilidade em que muitos personagens são colocados. Subestimada na complexidade de sua existência e no poder de sua narrativa, Vânia cria um raciocínio extremamente ácido e bem-humorado a partir do olhar enclausurado no canto da casa por onde se guarda os entulhos da vida. Os ingressos custam R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada) e estão à venda no site.

Branda - 27de abril, ás 18h

O espetáculo de dança do trabalho feminino e feminista da coreógrafa Talita Sueli, nasceu da reunião de mulheres de locais, realidades e vivências diferentes, que escolheram com coragem usar seus corpos para falar sobre assédio, estupro e violência doméstica. A peça pode ser assistido através do youtube.

O Plantio das Palavras - 27 de abril, ás 18h30

O espetáculo conta a história de duas mulheres que vivem em momentos específicos da história brasileira (1964 e 2021), separadas por mais de cinquenta anos, veem-se em situações muito similares: o enfrentamento à repressão política. Em 2021, uma mulher encontra um conjunto de cartas no assoalho de sua casa, cartas de militantes contra a repressão militar em 64, e passa a investigar um suposto grupo de sabotagem a prédios ligado à repressão chamado O plantio das palavras. A peça pode ser assistida através do youtube.

Vovó era preta: uma luz a seguir - 29 de abril, ás 19h

O espetáculo musical narra a história da mulher negra que viveu nos anos 40, no recém-fundado município de Ipiaú, na Zona Cacaueira, e protagonizou uma história marcada por pioneirismos no que tange à questão de gênero e raça. A apresentação será exibida no canal do YouTube do Teatro Gamboa, com participação colaborativa do público, que pode doar qualquer valor.

Vivandança - 29 de abril a 9 de maio

O Festival Internacional recebe espetáculos de diversas partes do mundo e apresenta um olhar especial sobre a videodança. A programação também destaca produções da dança contemporânea no continente africano, mostras virtuais de produção local e internacional, batalhas de breaks e MC’s, concurso de popping, ações formativas com oficinas e encontros para networking, além de lançar o podcast “Bahia Mundo” com profissionais da dança que se estabeleceram em outros países. A programação completa pode ser conferida no site.

Sertão sem fim - 30 de abril a 30 de maio

A peça nasce da colheita de diálogos de Tertulina com mulheres macaubenses, num alinhavo de trajetórias pessoais e únicas, mas também universais. O espetáculo pode ser assistido através das redes sociais dos teatros Paulo Eiró, João Caetano, Cacilda Becker, Alfredo Mesquita e Arthur Azevedo.