Séries

'Todo mundo pode precisar de um hospital público', afirma Fernanda Torres

Atriz vai fazer parte do elenco de 'Sob Pressão'

Regiane Jesus, da Agência O Globo
- Atualizada em

Estreante em “Sob pressão”, Fernanda Torres entra na segunda temporada da série, que estreia dia 9, com a função de piorar o que já é ruim. Caberá a atriz interpretar Renata, a nova gestora do hospital público que está no centro da história. Profissional competente, ela se deixa corromper, vira criminosa e ainda será a responsável pelo fim das atividades da unidade de saúde.


— Renata é uma gestora que vem do setor privado e se mostra indignada com as condições de trabalho dos médicos. Ela não entra para roubar, mas vira uma criminosa pesada. Chega um momento em que ela contribui para matar alguém. A série mostra que, a partir de pequenos acordos, uma corrupção gigantesca vai se formando. Renata não é má, é pragmática, mas acaba indo para o crime. O hospital fecha por causa dela — adianta a atriz.

Fernanda faz questão de alertar que a crise na saúde afeta a todos, inclusive quem pode pagar por um serviço privado: — Você pode ter um plano de saúde ótimo, mas se bater o carro, reze para o hospital da cidadezinha local te atender bem. Todo mundo pode precisar de um hospital público.