Música

Vencedor do ‘The Voice Brasil’, Léo Pain já planeja EP: ‘Roupagem popular, mas refinada’

Candidato levou para casa R$ 500 mil e um contrato com a gravadora Universal

Agência O Globo
- Atualizada em

Horas depois de ganhar a sétima edição do “The voice Brasil”, Léo Pain ainda vive a sensação de não acreditar que alcançou seu objetivo, apesar de a realidade já passar por transformações. Ele levou para casa R$ 500 mil e um contrato com a gravadora Universal.


Foto: Reprodução | Instagram

— Já estamos trabalhando a seleção do repertório e, muito em breve, pretendo lançar um single. A gente quer uma produção diferente de tudo que já tem no mercado. A roupagem é popular, mas refinada — planeja o cantor de 34 anos, casado há dois anos com a bancária Lidiane Cansi: — Ela já trabalha comigo, mas agora é capaz de pedir demissão para se dedicar com exclusividade à minha carreira. Ela cuida das finanças.

Antes com uma atuação regional no Rio Grande do Sul, Léo Pain, que canta desde os 18 anos, vê sua agenda de shows se agigantar.

— Até o fim do ano, já está lotada. Praticamente com apresentações todos os dias. Antes, eu fazia cerca de 12 por mês. Agora, vou ter que criar uma estrutura muito maior para dar conta da demanda — prevê.

A vitória de Pain deu a Michel Teló o tetracampeonato no reality. Com repertório solidificado no sertanejo, ele flertou com a música romântica para mostrar sua versatilidade. A estratégia deu certo!

— Foi uma disputa acirrada demais, mas conseguimos vencer com mais de 50% dos votos. Não sei bem como cativei o público, mas percebi que, desde o início, os telespectadores me aceitaram muito bem. Devo minha vitória a eles — celebra o cantor, morador de Santa Maria.

A volta para a terra natal acontece hoje. Mas só vai dar tempo de matar a saudade da família e cair na estrada novamente.

— O desafio é agregar minha mãe, irmãos, mulher e minha filha de 13 anos, que moram em cidades diferentes, à nova fase do meu trabalho.