Com desfalques, Carpegiani cogita estrear lateral e atacante


O próximo jogo será só na terça-feira, mas as novidades não param na Toca do Leão. Nesta sexta-feira (13), o técnico Carpegiani perdeu o lateral-esquerdo Mansur, que sentiu dor na coxa pela manhã e teve confirmada a lesão após um exame de ressonância à tarde.

Vetado para o duelo com o ASA, às 21h, em Arapiraca, interior de Alagoas, Mansur ficará uma semana em recuperação. Assim, haverá uma estreia com a camisa 6. Ou entra o favorito Dener, contratado junto ao Grêmio, ou Gabriel, que chegou com rótulo de aposta do Cruzeiro. Wellington Saci rescindiu e está no Atlético-PR.

Lateral-esquerdo Dener, emprestado pelo Grêmio até o final do ano, deve aparecer em Arapiraca, Alagoas

E tem mais alteração forçada no Vitória. Sem a dupla de ataque titular, Carpegiani estuda a possibilidade de entrar com Marcelo Nicácio, que chegou na semana passada após 40 dias de férias e havia pedido três semanas pra entrar em forma. “É necessidade. Gostaria de contar com ele na terça (17). Está longe da forma física, mas testei nesta sexta pela manhã e vou fazer o mesmo neste sábado (14)” , informou o técnico, que praticamente descartou usar William no lugar de Neto Baiano, suspenso.

Marquinhos – O treinador ainda manteve a possibilidade de jogar sem um centroavante. Assim, Leílson, que fez o primeiro dos quatro gols nos 4×3 sobre o Paraná, entraria ao lado de Marquinhos, favorito para substituir Marco Aurélio, machucado e que ficará pelo menos duas semanas fora.

“Perdi uns quatro quilos com essa virose. Foram cinco  dias mal e ainda não estou bem, bem…”, comentou Marquinhos, fora das últimas duas partidas, em bate-papo com os jornalistas antes de dar uma corridinha no Barradão. Nas outras posições, Carpegiani fez mais uma mudança: Nino, poupado de última hora contra o Paraná por desconforto muscular, volta, pois Leo, expulso contra o Goiás após o fim, pegou dois jogos de suspensão e falta cumprir um.