Depois de perder a Liga Mundial, seleção de vôlei muda o foco


Jogadores se reapresentam no começo de agosto

A derrota na final da Liga Mundial já ficou para trás, e os brasileiros desembarcaram de volta para casa já com outros planos na mala, além da medalha de prata. A partir de agora, o foco será no Campeonato Sul-Americano, que acontecerá no Brasil, no mês de setembro, e na Copa do Mundo, de 20 de novembro a quatro de dezembro, no Japão, torneio que classificará três seleções para as Olimpíadas de Londres.

Mas antes de voltar aos treinos, o merecido descanso. Os jogadores serão liberados e se reapresentarão à seleção, no Aryzão, em Saquarema (RJ), no início de agosto. “Vamos trabalhar primeiro para o Sul-Americano, onde queremos garantir uma vaga na Copa do Mundo. Lá, vamos batalhar para garantir a classificação olímpica”, detalhou o capitão Giba.

Para o técnico Bernardinho, a derrota na final da Liga Mundial pode reduzir a pressão sobre a equipe nas próximas competições. “Carregamos por muito tempo o rótulo de melhor time do mundo. Pode ser que agora com o título da Rússia possamos tirar um pouco deste peso e retomar o trabalho sem a expectativa de vencer sempre para seguirmos entre as melhores seleções do mundo”, acredita o treinador.