Copa 2018

'A vergonha é verde e amarela', diz post do governo sobre casos de assédio na Rússia

MPF-DF abriu inquérito para investigar brasileiros que aparecem em vídeo

Agência O Globo

Em meio a polêmica sobre os casos de assédio envolvendo brasileiros durante a Copa do Mundo na Rússia, o governo federal fez postagens em seu twitter nesta quinta-feira condenando a violência contra a mulher. Uma das imagens faz referência direta aos episódios ocorridos na Rússia, trazendo a frase: "A vergonha é verde e amarela".


"A atitude de alguns envergonhou e gerou indignação em todo o País. Seja no Brasil, na Rússia ou em qualquer lugar, temos que combater a violência contra a mulher. #Disque180" — Governo do Brasil (@governodobrasil).

Outras duas postagens trazem os dizeres: "O assédio sempre revela o pior lado" e "Não alimente o monstro do assédio". Três postagens foram feitas, cada uma com uma propaganda diferente, todas elas, no entanto, ressaltam a divulgação do "Disque 180", central de atendimento telefônico do governo criada para receber denúncias e orientar mulheres vítimas de violência.

Cinco dos homens que aparecem no vídeo assediando uma jovem na Rússia já foram identificados. O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF-DF) abriu um inquérito para apurar se os brasileiros que gravaram o vídeo cometeram o crime de injúria. De acordo uma nota divulgada, as investigações terão "regime de urgência e prioridade".

Por causa da grande repercussão nas redes, uma advogada russa também entrou com uma petição, que na noite desta quarta-feira já tinha chegado a 11 mil assinaturas para que o Ministério do Interior da Rússia abra uma investigação contra o grupo.