Mais Esportes

"Achei que quando a onda passasse ele teria ido embora", diz mãe de Mick após ataque de tubarão

Surfista conseguiu escapar ileso após ser atacado durante a etapa do Mundial em Jeffreys Bay, na África do Sul

Redação Correrio 24h
- Atualizada em
O ataque de tubarão sofrido pelo surfista australiano Mick Fanning, na etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, do Circuito Mundial de Surf, foi uma das imagens mais impressionantes e desesperadoras do final de semana. A mãe de Mick, que acompanhava o torneio ao vivo, falou do que sentiu ao ver o filho tentando escapar do animal.  
"Estava com medo. Achei que quando aquela onda passasse, ele teria ido embora. Foi a coisa mais assustadora que já vi acontecer a alguém da minha família, pois estava na minha frente. Quando Sean (irmão de Mick, morto em um acidente de carro há 17 anos) morreu, eu não vi. Desta vez, estava na minha frente. Foi terrível", afirmou Elizabeth, em entrevista à rádio da "ABC"

Mick foi atacado por um tubarão durante a etapa do Mundial de Surf na África do Sul (Foto: Reprodução)


Por sorte, Mick conseguiu ser rápido e escapou ileso do ataque depois de ser tirado da água por um jet ski da organização do Mundial. O também australiano Julian Wilson, que estava na água quando tudo aconteceu, contou sobre os minutos de terror. Ele chegou a se aproximar do compatriota para tentar prestar socorro.  

"Estava apenas de olho nele na água, então eu vi tudo acontecer. Eu nem consigo falar sobre isso. Foi muito assustador. Eu vi tudo, vi a coisa toda aparecer atrás dele, vi ele lutando, então uma onda apareceu e pensei: “Ele se foi, ele se foi água abaixo”. Se pelo menos eu pudesse chegar lá rápido o suficiente. Estou feliz por ele estar vivo", contou Julian, entre lágrimas.
Correio24horas