Copa 2018

Agressão a croatas gera multa de quase R$ 400 mil para a Argentina

Federação de futebol do país é sancionada por violência de torcida e 'fuga' de entrevista

Bernardo Mello, da Agência O Globo
O comitê disciplinar da Fifa resolveu, nesta segunda-feira, multar a Associação de Futebol da Argentina (AFA) em 105 mil francos suíços (cerca de R$ 399 mil) por uma série de infrações e até uma agressão de torcedores após a derrota para a Croácia na última semana.
Torcedores argentinos agridem croatas dentro do estádio após o jogo
Após a derrota argentina, em Nijni Novgorod, quatro argentinos foram flagrados espancando dois torcedores croatas nos corredores do estádio. Um dos croatas chegou a ter a cabeça chutada enquanto estava no chão, antes que os agressores fossem contidos por outros torcedores da própria Argentina.
A federação argentina foi enquadrada nos artigo 67 do código disciplinar, que responsabiliza as seleções por comportamento inadequado de seus torcedores. Segundo as autoridades da Argentina, os quatro argentinos envolvidos na briga já foram identificados e são alvo de um pedido de prisão e deportação.
Além do "envolvimento de torcedores argentinos em brigas", o comunicado da Fifa explica que a punição também foi motivada por "objetos atirados no gramado, cantos homofóbicos" gritados por torcedores e até uma violação dos próprios jogadores, que se recusaram a dar uma entrevista em campo após a derrota para a Croácia. A "fuga" dos microfones feriu as regulações de mídia e marketing da Fifa, segundo explicação da entidade.
Já a federação de futebol da Croácia recebeu multa de 13 mil francos suíços (cerca de R$ 50 mil) por envolvimento de seus torcedores em brigas e por objetos atirados no gramado.