Aldo fala pela primeira vez sobre derrota e pede revanche contra McGregor

Brasileiro foi derrotado em apenas 13 segundos e viu o falastrão irlandês ficar com o título definitivo dos pesos-penas

Redação Correio 24h

O lutador José Aldo apareceu publicamente pela primeira vez neste domingo (13) depois de perder o cinturão dos pesos-penas do UFC para o irlandês Cono McGregor, durante o UFC 194, em Las Vegas, nos Estados Unidos. O brasileiro manteve o discurso do octógono e afirmou que quer uma revanche contra Conor.


"Ficamos tristes pelo que aconteceu, mas vamos dar a volta por cima, já passou, é um esporte. Vitória e derrota fazem parte. Quantas vezes saímos vitoriosos? Agora, perdemos. Estou tranquilo, aceitei. Voltarei para a academia para treinar mais forte e quero a revanche. Todo campeão que perdeu teve (uma revanche), principalmente pela maneira como perdi. Não dou desculpas. Ele conectou um bom golpe, foi feliz, mas lógico que quero a revanche. Voltaremos mais fortes e daremos a volta por cima", disse Aldo durante o programa Fantástico.  




José Aldo foi atingido por golpe no início da luta e não resistiu (Foto: Reprodução)



Apesar do desejo do lutador, o UFC não deve conceder a revanche de forma imediata. A tendência é de que McGregor faça a primeira defesa do título contra Frankie Edgard, que vem de cinco triunfos seguidos pela entidade. Outra opção para o irlandês é subir de categoria e tentar o título de campeão dos leves contra o vencedor do duelo entre Rafael dos Anjos e Donald Cerrone, que vão se enfrentar no próximo sábado (19). Provável adversário de Conor, Frankie Edgard elogiou o desempenho do novo campeão no duelo contra Aldo. "O McGregor deu um soco andando para trás. O timing foi perfeito, o golpe pegou limpo. É difícil falar sobre uma luta que durou 13 segundos. Todo duelo que termina assim é surpreendente. Ainda mais vendo o Aldo cair desse jeito, um cara que está no topo há tanto tempo. Conor fala, mas se garante. Eu não achei que a luta seria assim. Acho que ninguém achou. Eu, originalmente, tinha apostado no Aldo. Mas tiro o chapéu para o McGregor", disse ele.

Correio24horas