Copa 2018

Árbitro italiano que levou bolada de Neymar apitará oitavas entre Brasil e México

Aos 43 anos, Rocchi vai aparecer pela primeira vez em uma Copa do Mundo

Agência O Globo

A Fifa informou neste sábado que italiano Gianluca Rocchi apitará o duelo entre Brasil e México nas oitavas de final da Copa da Rússia, na segunda-feira. O europeu terá como assistentes os compatriotas Elenito di Liberatore e Mauro Tonolini.

Aos 43 anos, Rocchi vai aparecer pela primeira vez em uma Copa do Mundo. Recentemente, apitou o jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões deste ano, entre Real Madrid e o Paris Saint-Germain, de Neymar.

Em lance curioso, o camisa 10 acabou acertando o rosto de Rocchi ao tentar um lançamento. O juiz parou o jogo e recebeu atendimento, antes de dar prosseguimento a partida poucos minutos depois. Ao fim do jogo, franceses, que perderam por 3 a 1, reclamaram de um pênalti não marcado, em lance que uma bola chutada por Rabiot bateu no braço de Sérgio Ramos. No segundo jogo, os franceses foram eliminados pelos espanhóis.

Na Rússia, o italiano comandou a arbitragem do empate de 2 a 2 entre Japão e Senegal, pelo Grupo H, e do duelo de 3 a 3 entre Portugal e Espanha, no Grupo B.


Rocchi resolveu assumir o apito aos quinze anos.

— Eu gostava de jogar, mas não era muito bom. A decisão de mudar veio porque queria continuar envolvido com futebol— relembrou Rocchi, em entrevista ao site oficial da UEFA, antes de apitar a decisão da Super Copa da entidade, entre Real Madrid e Manchester United, em 2017.

A Itália é o segundo país que mais colocou árbitros em finais de Copa do Mundo, com três — incluindo Pierluigi Collina, na final entre Brasil e Alemanha em 2002 —, um atrás da Inglaterra, que não teve nenhum juiz selecionado para o Mundial pela primeira vez desde 1938.