Copa 2018

Arnaldo e Casagrande roubam a cena na transmissão da final da Copa

Ex-árbitro não quer mais trabalhar em Mundiais; superação do ex-jogador emociona

Agência O Globo

Depois de a França vencer a Croácia por 4 a 1, em Moscou, e garantir o bicampeonato mundial, os comentaristas da TV Globo roubaram a cena na sequência da transmissão. Depois da entrega das medalhas, o ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho surpreendeu ao dizer que não queria mais trabalhar em Copas do Mundo. Na sequência, boa parte do público se emocionou com o depoimento confessional de Walter Casagrande. O ex-jogador disse que foi para a Rússia com o objetivo de participar de sua Copa do Mundo sóbrio e conseguiu.

Foto: Reprodução/Tv Globo
Aos 75 anos, Arnaldo Cezar Coelho exerce a função de comentarista de arbitragem da TV Globo desde 1989, quando iniciou uma dobradinha de sucesso com Galvão Bueno. Durante a transmissão, ele explicou que um ciclo chega ao fim: "A vida da gente é feita de fases. Copa do Mundo é o grande momento da vida do árbitro. Eu tive momento como árbitro e quero dizer que está chegando ao fim também essa fase. Eu quero me distanciar um pouco, quero me dedicar um pouco à família e aos meus negócios. É uma equipe grandiosa. A Rede Globo me ensinou muita coisa. Uma nova fase vai vir. Agradeço a todos".

Walter Casagrande aborda publicamente sua luta contra a dependência química. Já admitiu o vício em cocaína e o desafio de ceder à tentação de uma recaída. Na transmissão, o comentarista voltou a tocar no assunto: “Foi a Copa da minha vida. Tive uma proposta para ir para a Rússia sóbrio, permanecer sóbrio e estou muito feliz”.


As palavras emocionaram o narrador Galvão Bueno, que comentou: "Assim você se emociona e emociona a gente. Parabéns, Casão! Que Deus te abençoe". Os dois estavam com as vozes embargadas no momento.

O trio participa também do "Bem Amigos", programa que vai ao ar às segundas-feiras, às 20h, no SporTV.