Futebol

Atacante Diego Costa é condenado a seis meses de prisão

No entanto, o espanhol nascido no Brasil fez um acordo e pagará multa para evitar cadeia

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O atacante Diego Costa, nascido em Sergipe e naturalizado espanhol, foi condenado a seis meses de prisão e a pagar 543 mil euros por fraude fiscal cometida no ano de 2014, quando saiu do Atlético de Madrid, da Espanha, e foi para o Chelsea, da Inglaterra. As informações são do jornal "Marca".

O atleta teria sonegado mais de um milhão de euros na declaração do imposto de renda naquele ano. A fraude teria sido cometida através de empresas internacionais e na gestão dos direitos de imagens, segundo contaram os promotores ao "Marca".

Uma audiência foi realizada em Madrid nesta quinta-feira (4). Diego se declarou culpado e conseguiu um acordo para evitar os seis meses de prisão, pena que será revertida em multa adicional de 36 mil euros. O jogador já pagou 1,14 milhão de euros em 2019 de dívidas tributárias.