Futebol

Autoridades encontram assentos que podem ser de avião em que estava Emiliano Sala

Jogador desapareceu no dia 21, quando sobrevoava o Canal da Mancha, parte do trajeto entre Nantes, na França, e Cardiff, no País de Gales

Matheus Maciel, da Agência O Globo

Autoridades britânicas anunciaram, nesta quarta-feira, que encontraram assentos que podem ser do avião em que estavam o jogador Emiliano Sala e o piloto David Ibbotson. A dupla desapareceu no dia 21, quando sobrevoava o Canal da Mancha, parte do trajeto entre Nantes, na França, e Cardiff, no País de Gales.

Investigadores da Agência de Investigações de Acidentes Aéreos (AAIB, em inglês) afirmaram que exames preliminares indicam que as almofadas encontradas na Península de Contentin, na Normandia, são semelhantes às da aeronave desaparecida.

Um porta-voz da AAIB afirmou que foi analisada a trajetória do voo e a última posição de radar emitido pela aeronave. "Identificamos uma área de busca prioritária de aproximadamente quatro milhas quadradas", afirmou.

As buscas iniciais, comandadas pela Polícia de Guernsey, forram encerradas depois de três dias, quando o comandante David Barker, em comunicado, afirmou que as chances de que alguém ser encontrado com vida eram "extremamente remotas". Depois de uma vaquinha, buscas particulares foram retomadas no domingo.

A AAIB explicou que está ciente da investigação particular paralelada, contratada por familiares do jogador. Buscas subaquáticas devem ser retomadas neste fim de semana e, caso encontrem algo, utilizarão submarinos para identificar e examinar possíveis destroços.

O encarregado pelas buscas contratadas pela família de Sala, David Mearns, também se posicionou a favor da troca de informações entre a investigação particular e a da AAIB, a fim de garantir mais segurança e eficácia.

Homenagens na Premier League

Na última rodada da Liga Inglesa, Arsenal e Cardiff prestaram homenagens ao jogador. Faixas do Nantes e referências à Argentina foram vistas nas arquibancadas, que também teve a exibição de um mosaico de cartazes amarelos, representando a Flor de Gales, símbolo de homenagem importante para os britânicos.