Esportes

Boxe: Beatriz Ferreira e Hebert Conceição vencem nas semifinais e vão disputar o ouro

Essa é a primeira vez que a seleção brasileira coloca dois pugilistas em disputas pelo lugar mais alto do pódio em uma mesma edição olímpica; é também a primeira vez que uma mulher representa o Brasil na final do boxe

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Excelente madrugada para o boxe brasileiro - e baiano! Hebert Conceição e Beatriz Ferreira vão disputar a medalha de ouro após vencerem suas lutas nas semifinais. Essa é a primeira vez que a seleção brasileira coloca dois pugilistas em disputas pelo lugar mais alto do pódio em uma mesma edição olímpica.

Para chegar à final, o baiano Hebert Conceição do peso médio masculino (até 75kg) precisou derrotar o russo Gleb Bakshi, atual campeão mundial. 

"Estou muito feliz com minha classificação pra final, com meu desempenho. É pouco tempo pra poder pensar e descansar. É só tirar o peso, aproveitar um pouquinho com a família, com os amigos, responder algumas mensagens, mas voltar logo para o foco, porque o ouro nunca esteve tão próximo, e agora é hora de abraçar essa oportunidade, fazer meu máximo, deixar toda minha energia dentro do ringue para poder buscar mais uma medalha de ouro para o Brasil", disse Conceição após a luta à TV Globo.

Pela primeira vez, uma mulher na final

Beatriz Ferreira já fez história. É a primeira vez que uma mulher vai representar o Brasil na final do boxe olímpico. A campeã mundial do peso leve (até 60kg) se se classificou à final da categoria na madrugada desta quinta-feira, ao derrotar a finlandesa Mira Potkonen por decisão unânime (5:0) dos juízes.

Eu quero (a medalha) dourada, vou brigar até o fim. Vamos adiante, vamos subir no pódio, ficar no lugar mais alto e ouvir o nosso hino. Vai ser difícil tirar ela de mim. Treinei o tempo todo pra isso", afirmou à Globo após a luta.