Mais Esportes

Brasil fecha Olimpíadas 2021 com recorde e 21 medalhas; confira o ranking

Recorde de medalhas, igualando a maior quantidade de ouros em uma edição e o melhor latino-americano no ranking

Agência O Globo
- Atualizada em

Os recordes quebrados pelo Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio já foram noticiados: recorde de medalhas, igualando a maior quantidade de ouros em uma edição e o melhor latino-americano no ranking. Porém, algo emblemático é pensar que, com as 21 medalhas do Brasil em Tóquio, igualou a mesma quantidade somada entre os anos de 1980 e 1992.

Mais do que tudo, isso mostra a evolução brasileira no cenário olímpico mundial. Foram precisos quatro olimpíadas para alcançar a marca de 21 medalhas, e elas vieram com:

A escolha deste período de 12 anos é proposital para lembrar como o Brasil caminhou para chegar ao estágio de Tóquio. Já em Atlanta-1996, houve a explosão do esporte olímpico no Brasil, que conseguiu confirmar favoritismo e medalhas em diversas modalidades. Na ocasião, a delegação brasileira voltou dos Estados Unidos com 15 medalhas.

Atlanta-1996 foi a primeira onde uma mulher conquistou medalha, o passo inicial que representa crca de 70% das medalhas conquistas em Tóquio. Desde então, o Brasil não deixou uma edição de Jogos Olímpicos com menos de 10 medalhas. Antes, porém, as coisas eram mais difíceis.

Cabe destacar que, analisando os quatro anos entre 2016 e 2019, o montante público investido no esporte de alto rendimento caiu 47% com relação aos anos entre 2013 e 2016. Mesmo assim, o Brasil foi recordista em Tóquio.

  • OURO

Ítalo Ferreira (Surfe)

Rebeca Andrade (Salto - Ginástica Artística)

Martine Grael e Kahena Kunze (Vela) 

Ana Marcela (Maratona Olímpica)

Isaquias Queiroz (Canoagem de Velocidade)

Herbert Conceição (Boxe)

Seleção Brasileira (Futebol Masculino)

  • PRATA

Kelvin Hoefler (Skate Street Masculino)

Rayssa Leal (Skate Street Feminino)

Rebeca Andrade (Individual Geral - Ginástica Artística)

Pedro Barros (Skate Park Masculino)

Vôlei Feminino

Beatriz Ferreira (Boxe)

  • BRONZE

Daniel Cargnin (Judô Masculino)

Fernando Scheffer (Natação 200 m)

Mayra Aguiar (Judô feminino)

Luísa Pigossi e Laura Stafani (Tênis de dupla feminino)

Bruno Fratus (Natação 50m livres)

Alison dos Santos (400m com barreiras - Atletismo)

Abner Teixeira (Boxe)

Thiago Braz (Salto com vara - Atletismo)

País / Medalha Ouro Prata Bronze Total
1º Estados Unidos 39 41 33 113
2º Estados Unidos 38 32 18 88
3º Japão 27 14 17 58
4º Grã Bretanha 22 21 22 65
5º Atletas da Rússia 20 28 23 71
12º Brasil 7 6 8 21