Futebol

CBF admite que mostrou Héverton em condição de jogo no site

Jurídico da Lusa vai usar esta informação para recorrer da decisão do STJD de rebaixar o clube para a Série B

Redação iBahia (esportes@portalibahia.com.br)
Rebaixado para a Segundona após decisão no STJD, a Portuguesa vai recorrer da decisão e já tem uma estratégia. Ela vai abordar um problema operacional da CBF, que assumiu não ter atualizado o sistema apresentando o meia Héverton como jogador suspenso. A informação só apareceu no BID quatro dias depois do julgamento.O programa, acessado pelos clubes com senha, informa quais atletas estão suspensos por cartão ou por punição do STJD. Para se defender, porém, a CBF usa o artigo 57 do Regulamento Geral das Competições, que diz que o clube não pode depender da entidade para controlar condição de jogo de atleta.A Portuguesa, por outro lado, se apega ao fato de que a Diretoria de Competições da CBF orienta clubes a se informarem sobre advertências e punições através deste sistema. Com isso, a Portuguesa tenta incluir a CBF como coautora do erro e tentar reaver a decisão do STJD de rebaixar o time.