Copa 2018

Centro de imprensa da Copa é inaugurado com erros em mapa da Rússia

Parecia tudo dentro do protocolo - exceto pelos erros no mapa das cidades-sede do Mundial

Agência O Globo

Com direito a pronunciamento do presidente da Fifa, Gianni Infantino, o International Broadcast Centre (IBC) de Moscou, principal centro de imprensa e transmissão da Copa do Mundo, foi oficialmente aberto neste sábado.

Foto: Bernardo Melo

Infantino foi acompanhado no palco pelo prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, e pelo presidente do Comitê Organizador, Arkady Dvorkovich. Parecia tudo dentro do protocolo - exceto pelos erros no mapa das cidades-sede do Mundial, a alguns metros de distância do trio.

O mapa, logo no corredor de entrada do IBC, exibia duas cidades com grafia errada em inglês: São Petersburgo virou "Saint Petersberg", com E em vez de U na última vogal; em erro semelhante, Ecaterimburgo virou "Ecaterinberg".

Os erros não passaram despercebidos para a Fifa, que prometeu apurar as falhas e consertá-las assim que possível.

Localizado no Centro de Exposições Crocus, ao norte de Moscou - a cerca de 5 minutos de carro do estádio do Spartak -, o IBC funciona como a central de transmissão da Fifa: ele recebe o sinal dos 64 jogos da Copa e o envia para os cinco continentes. Ocupando uma área de 54 mil m², o IBC abriga também sete estúdios de TV e escritórios de 74 veículos de imprensa que têm os direitos de transmissão da Copa. Centenas de jornalistas trabalharão no local durante o Mundial.

— Costumamos dizer que o IBC é nosso 13º estádio. Mas na verdade, em termos de audiência, é o primeiro. É graças ao IBC que milhões de pessoas em todo o mundo poderão ver os jogos do Mundial — disse Infantino em seu pronunciamento.