Esportes

Cinco Ba-Vis já aconteceram em 2017; 14 jogadores atuaram em todos

Relembre os clássicos deste ano pela Copa do Nordeste e Campeonato Baiano ; Leão leva vantagem até agora

Bruno Queiroz, do Correio 24h

Depois de se enfrentarem por cinco vezes entre Copa do Nordeste e Campeonato Baiano, chegou a hora de Bahia e Vitória ficarem frente a frente na Série A, o que não acontece desde 2014, última edição em que a dupla esteve junta na elite do futebol nacional. 

Sexto Ba-Vi do ano promete ser tenso com as duas equipes na zona de rebaixamento (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

Quase três meses se passaram entre o primeiro Ba-Vi do ano, no dia 9 de abril, e o que acontece neste domingo (2), às 16h, no Barradão. Até agora, o Leão leva a melhor nos confrontos, tendo vencido dois, empatado um e perdido um. Esta derrota, no entanto, culminou na eliminação da Copa do Nordeste e consequentemente no título do Bahia, que venceu o Sport na decisão. 

Quem pensa que muita coisa mudou nas equipes neste período se engana. Tanto no tricolor, quanto no rubro-negro, sete jogadores atuaram em todos os Ba-Vis. 

O “time-base” do Leão teve Fernando Miguel, Patric, Kanu, Geferson, Willian Farias, Cleiton Xavier e David. Alan Costa e Fred se revezaram como parceiros de Kanu. No meio-campo, José Welison foi titular até sofrer uma lesão e depois Bruno Ramires e Uillian Correia atuaram ao lado de Willian Farias. O ataque foi o setor com mais modificações.  Kieza, André Lima, Paulinho, Gabriel Xavier, Rafaelson e até Euller foram testados.



No Esquadrão, Tiago, Armero, Renê Júnior, Régis, Allione, Zé Rafael e Edigar Junio jogaram todos os clássicos. Jean ficou fora do primeiro, com uma virose. Lucas Fonseca e Eder jogaram com Tiago, Eder foi lateral-direito também. Edson e Juninho foram parceiros de Renê. 

Argel comandou o Vitória em três clássicos e Wesley Carvalho assumiu nas duas finais do estadual. No Bahia, Guto esteve presente nos cinco. Dos sete jogadores rubro-negros que atuaram em todos, Cleiton Xavier e David devem ser reservas hoje. O mesmo acontece com Armero e Edigar Junio no lado tricolor.

Relembre os cinco Ba-Vis de 2017: 

Bahia 1x2 Vitória - Campeonato Baiano - 9 de abril - O primeiro Ba-Vi do ano foi morno, mas os gols saíram na Fonte Nova. Deu Vitória, placar de 2x1, gols de Cleiton Xavier e Kanu. Alan Costa, contra, fez para o Bahia.

Vitória 2x1 Bahia - Copa do Nordeste - 27 de abril - Em um clássico marcado por confusão e expulsão injusta do tricolor Gustavo, o Leão bateu o Esquadrão por 2x1 no Barradão, gols de Euller (foto) e André Lima. Edson diminuiu.

Bahia 2x0 Vitória - Copa do Nordeste - 30 de abril - No jogo de volta da semifinal do Nordestão, o Bahia deu show em cima do Vitória e venceu por 2x0, com direito a um golaço de Allione e outro de Régis na Fonte.


Bahia 1x1 Vitória - Campeonato Baiano - 3 de maio - Com a demissão de Argel, o interino Wesley Carvalho assumiu o Leão na final do estadual. O Bahia fez 1x0 com Tiago, mas Armero marcou um gol contra: 1x1 na Fonte. 


Vitória 0x0 Bahia - Campeonato Baiano - 7 de maio - Com a vantagem de jogar por empate, o rubro-negro soube aproveitar o regulamento e, no fim, o 0x0 foi comemorado no Barradão. Foi o 29º título do Baianão do Vitória.