Esportes

Com dobradinha! Brasil leva ouro e bronze nos 100m T47

Petrucio Ferreira leva o ouro e Yohansson Nascimento fica com o bronze nos 100m T47

Agência O Globo
- Atualizada em

O atletismo permanece como o esporte que mais dá ouros ao Brasil nos Jogos Paralímpicos. Desta vez, veio pelos pés de Petrúcio Ferreira, de 18 anos, que venceu a prova dos 100 metros na classe T47, com direito a recorde mundial.


O atleta paralímpico cravou o tempo de 10.57s, deixando para trás o polonês Michal Derus, que levou a prata, e o compatriota Yohansson Nascimento, levou o bronze. Ambos fizeram o mesmo tempo, 10.79s, mas foi o tronco que definiu a vitória do polonês e evitou a dobradinha brasileira.


Esta é a primeira Paralimpíada de Petrucio, que completará 19 anos em outubro. O recorde mundial, é bom lembrar, já era dele, batido na própria Rio-2016. Era de 10s67.




O Brasil, agora, já tem 11 medalhas do atletismo na Paralimpíada, uma marca impressionante. E é possível que mais medalhas venham por aí.