Futebol

Com gol polêmico aos 51 minutos, Real Madrid elimina a Juventus

Juíz marcou pênalti duvidoso no final da partida e CR7 não perdoou

Bruno Queiroz, do Correio 24 horas (bruno.queiroz@redebahia.com.br)

A Juventus precisava de pelo menos três gols no Santiago Bernabéu para sonhar com a classificação para as semifinais da Liga dos Campeões. Só no primeiro tempo, a equipe italiana já vencia por 2x0 e aos 15 minutos da segunda etapa fez o terceiro. O resultado era suficiente para levar a partida para a prorrogação, mas um lance polêmico aos 47 minutos mudou o rumo do jogo. 

Cristiano Ronaldo recebeu cruzamento e ajeitou de cabeça para Lucas Vásquez que ao tentar finalizar, desabou na área. O árbitro marcou pênalti de Benatia em cima do atacante madrilenho, para indignação geral dos italianos. Por conta da reclamação, o goleiro Buffon acabou sendo expulso e o polonês Sczesny entrou no lugar de Higuaín com a missão de tentar defender a cobrança de Cristiano Ronaldo. Sem sucesso. CR7 novamente foi decisivo e garantiu a classificação da equipe do técnico Zinedine Zidane para as semifinais da Liga. 

Os gols da Juventus foram marcados pelo croata Mandzukic, duas vezes de cabeça e pelo francês Matuidi, após falha incrível do goleiro Navas, que soltou a bola nos pés do volante. Além do Real, estão classificados o Bayern, Liverpool e Roma.