Copa 2018

Copa: ‘Cadê o VAR?’ Internet fica em polvorosa após pênalti polêmico em Cristiano Ronaldo

Falta ocorreu nos primeiros minutos da partida entre Portugal e Espanha

Agência O Globo
- Atualizada em

Estreante em Copas do Mundo, o árbitro de vídeo ainda não havia sido utilizado nos três jogos do torneio. Para muitos torcedores, porém, o VAR — sigla em inglês para “Video Assistant Referee” — poderia ter sido usado nos primeiros minutos da partida entre Portugal e Espanha, nesta sexta-feira, quando Cristiano Ronaldo foi derrubado na área por Nacho Fernández. O próprio atacante do Real Madrid converteu o pênalti, mas Diego deixou tudo igual até o momento, em outro lance polêmico, em que os portugueses pediram falta em Pepe.

Nas redes sociais, os questionamentos sobre o não emprego do recurso começaram de imediato, logo após a penalidade. A maior parte dos comentários é de internautas que não concordam com a marcação do juiz italiano Gianluca Rocchi.

“Que pênalti ridículo, o VAR serve para quê?”, questionou um usuário do Twitter.

“Cadê o VAR? Não foi pênalti”, afirmou outro.

A polêmica chegou até a torcedores espanhóis, naturalmente mais interessados no lance.

“En el VAR están borrachos”, reclamou um torcedor mais raivoso, insinuando, em espanhol, que os árbitros de vídeo estariam bêbados.

As críticas à não utilização do árbitro de vídeo não pouparam sequer os que concordaram com a marcação do juiz.

“Até achei que foi pênalti, mas por que não usar o bendito VAR?”, perguntou um brasileiro.

É possível, porém, que Gianluca Rocchi tenha recebido orientações dos árbitros de vídeo via rádio nos dois lances polêmicos. Embora os protocolos apontem que o juiz pode fazer o gesto do quadrado com os dedos caso tenha dúvidas sobre a jogada, a equipe que está monitorando as 33 câmeras também pode acioná-lo caso queiram sugerir a possibilidade de revisão de uma marcação.