Copa 2018

Coutinho rejeita rótulo de 'o cara' da seleção na Copa

Melhor brasileir na Copa, ele deu assistência para Paulinho abrir o placar contra a Sérvia

Agência O Globo
Se dentro de campo Philippe Coutinho tem apresentado o melhor futebol da seleção brasileira, fora dele o temperamento é introvertido. Na saída do time do Arena Spartak, em Moscou, onde o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0, ele rejeitou o rótulo de "o cara" da seleção.
(Foto: André Mourão / MoWA Press)
"Não. O cara da selecao é a selecão. O elenco é forte, unido. Nosso principal é o coletivo. A gente sai feliz com a vitória, com cada um tentando ajudar da melhor maneira", afirmou Coutinho.
Autor de dois gols nos dois primeiros jogos da seleção, ele comemorou a vitória que colocou o Brasil nas oitavas de final, em que vai enfrentar o México.
"Foi um grande jogo. A gente precisava da vitória. Conseguimos nosso primeiro objetivo, que era a classificação. Com certeza vamos crescer na competição e evoluir a cada jogo", disse.