Futebol

Cristiane brilha e Brasil vence a Jamaica por 3 a 0 e estreia bem na Copa do Mundo

Sem Marta em campo, seleção feminina joga bem e se torna líder do Grupo C

Agência O Globo
- Atualizada em

Se o Brasil não tinha Marta para a estreia na Copa do Mundo Feminina, uma velha conhecida brilhou: Cristiane fez os três gols da vitória convincente contra a Jamaica por 3 a 0, tornou-se a mais velha jogadora a marcar três gols na competição e garantiu a seleção na liderança do grupo C da competição. O triunfo encerra uma série de nove derrotas consecutivas da equipe de Vadão.

Com 34 anos e 25 dias, Cristiane superou o recorde da norte-americana Carli Lloyd, que tinha 32 anos e 355 dias quando fez três no Japão em 2015.

A camisa 11 abriu o placar logo nos primeiros quinze minutos de partida. No seu maior estilo, subiu de cabeça e completou um cruzmento de Andressa Alves. Em um primeiro tempo repleto de oportunidades e brilho das goleiras Bárbara e Schneider, o Brasil viu a própria Andressa desperdiçar um pênalti pouco antes do intervalo.

A penalidade, no entanto, não fez tanta falta: Cristiane marcou duas vezes na segunda etapa e garantiu o grande resultado. A primeira, mostrando oportunismo na e aparecendo livre na segunda trave para empurrar para as redes.

A Jamaica chegou a assustar, mas logo a artilheira deu números finais à partida em bonita cobrança de falta. Em chute forte a bola bateu no travessão antes de cruzar a linha de forma tímida.

Com o feito, a atacante tornou-se a terceira jogadora brasileira a marcar três gols em uma mesma partida de Copa do Mundo Feminina. O feito  já foi de Sissi e Pretinha, ambas marcando três vezes na goleada de 7 a 1 sobre o México, na estreia, em 1999.