Futebol

Cristiano Ronaldo assumirá fraude fiscal, segundo jornal espanhol

Em janeiro, atacante vai reconhecer a culpa em audiência em Madri; pena é de dois anos de prisão, mas ele não deve ser detido

Agência O Globo

Segundo o jornal espanhol "As", o atacante Cristiano Ronaldo vai reconhecer em audiência em Madri, no dia 14 de janeiro, que é culpado por quatro delitos fiscais durante sua passagem pelo Real Madrid. Ele é acusado de fraudar 14,7 milhões de euros (quase R$ 65 milhões) ao fisco da Espanha. Por causa da sonegação de impostos, o jogador deverá pagar multa de quase 19 milhões de euros (cerca de R$ 84 milhões).

Na audiência, ele será condenado a pena de dois anos de prisão, mas que não deve ser cumprida.

De acordo com a publicação, o advogado do jogador da Juventus vai tentar que os dois anos de prisão sejam substituídos por uma multa extra de 375 mil euros (cerca de R$ 1,6 milhões). A Justiça, no entanto, ainda não aceitou o acordo.