Futebol

Cristiano Ronaldo conta os motivos para saída do Real e mágoa com presidente

Craque abriu o coração em entrevista à revista "France Football"

Agência O Globo
Cristiano Ronaldo abriu o coração e falou os motivos que o fizeram querer sair do Real Madrid, após nove anos de reinado no clube, e assinar com a Juventus. Em entrevista à revista “France Football”, o craque mostrou a sua mágoa com o presidente do clube, Florentino Pérez, e o aponta com um dos culpados para o seu desejo de trocar de equipe se tornar grande.
(Foto: Reprodução / Instagram)
- Sentia que internamente no clube, principalmente por parte do presidente (Florentino Pérez), não me consideram da mesma forma. Os quatro ou cinco primeiros anos, eu tinha a sensação de ser "o" Cristiano Ronaldo. Depois não. O presidente me olhava de uma forma diferente, como se não fosse mais indispensável – falou à publicação.
Essa mudança de atitude, o fez "pensar em sair" de Madrid e assinar pela Juventus. CR7 também explica que a saída de Zinedine Zidane não interferiu em sua decisão de deixar a equipe merengue. Sobre a assinatura da Juve, ele disse que não se deve ao dinheiro, mas ao fato de que os italianos "realmente o queriam".
Cristiano Ronaldo ainda falou sobre a Bola de Ouro, que será entregue no fim deste ano pela “France Football”. O craque já acumula cinco troféus na carreira.
"A Bola de Ouro não é uma obsessão, já que sou uma das melhores da história. Mas acho que mereço isso", disse.
Na entrevista à revista, que será publicada na íntegra nesta terça-feira, CR7 também falou sobre a denúncia de estupro feito pela ex-modelo Kathryn Mayorga.
"Dei explicações à minha parceira. Meu filho, Cristiano Junior, é muito pequeno para entender. O pior é para minha mãe e minhas irmãs, estão atordoadas e ao mesmo tempo muito enojadas. É a primeira vez que as vejo neste estado", relatou.
Cristiano Ronaldo foi capa da France Football. (Foto: Divulgação)