Futebol

Depois de 'fechar' com a torcida, Vitória recebe o Jequié

Vitória entra em campo neste domingo (25), às 17h, diante do Jequié

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h
- Atualizada em

A primeira fase do Campeonato Baiano vai chegando ao fim e busca por uma vaga entre os quatro que se classificam para as semifinais estão cada vez mais acirradas. Por isso, o Vitória entra em campo neste domingo (25), às 17h, diante do Jequié, no estádio Waldomiro Borges, em Jequié, à caça da líder Juazeirense.

Antes de viajar, Leão treinou com apoio da torcida (Maurícia da Matta / EC Vitória)

Com 13 pontos, o Leão está na segunda colocação do Baianão e precisa do triunfo para seguir colocado no Cancão, que tem 16, e para evitar a aproximação do próprio Jequié. Com 10 pontos e seis jogos, o time do interior está na quinta colocação, após ser ultrapassado pelo Bahia de Feira, que venceu o Vitória da Conquista no sábado (24).

O técnico Vagner Mancini tem reforços para o duelo. Expulsos no clássico contra o Bahia, os zagueiros Kanu e Bruno Bispo, o volante Uillian Correia e o atacante Denilson estão liberados. Os jogadores, no entanto, não estão garantidos na equipe titular.

“Não sei se todos vão voltar. Todos estarão à disposição. Vamos montar o melhor time para buscar os pontos necessários para a classificação”, explicou Vagner Mancini. Jogadores como Neilton e Fernando Miguel, poupados na última rodada do Baianão, também devem reaparecer.

Certeza para o treinador são a ausências de José Welison, expulso no triunfo sobre o Jacuipense, e Rhayner, que sofreu uma lesão no menisco do joelho esquerdo e vai passar por cirurgia. O prazo para o retorno aos gramados é de até 90 dias.

O time deve ter Fernando Miguel; Lucas Marques, Kanu, Bruno Bispo e Bryan; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Gulherme; Neilton e André Lima.

Sábado, no último treino antes da viagem, os jogadores receberam o carinho dos torcedores que puderam comparecer ao Barradão e tiraram fotos com alguns jogadores posteriormente. O grupo realizou uma atividade tática, seguida de um rachão.