Futebol

Em meio a polêmicas, Copa América começa neste domingo com Brasil x Venezuela

Jogo está marcado para às 18h, em Brasília, no estádio Mané Garrincha

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A realização da Copa América foi rodeada por muitas polêmicas. O torneio sul-americano mudou de sede, vindo para o Brasil, 10 dias antes da estreia, em meio a pandemia do novo coronavírus, que não está controlada no país.

A Copa foi recusada pela Argentina e Chile e sua realização no Brasil chegou a ser posta em dúvida, devido às críticas e também a insatisfação dos jogadores da seleção brasileira com o então presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo. Os atletas divulgaram um manifesto nesta terçaa-feira (8) no qual se diziam contra a realização do torneio, mas afirmando que jogariam.

Além disso, se noticiou as acusações de assédio sexual e moral contra Caboclo, que foi afastado do caso.

Diante desse cenário, a seleção brasileira dá início ao torneio em jogo contra a Venezuela, às 18h deste domingo (13), em Brasília, no Mané Garrincha. No mesmo grupo do Brasil, Colômbia e Equador se enfrentam às 21h, na Arena Pantanal, em Cuiabá . 

No grupo A, Argentina e Chile jogam às 18h da segunda-feira (14), no Engenhão, no Rio de Janeiro, e Paraguai e Bolivam se enfrentam às 21h do mesmo dia, no Olímpico, em Goiânia.

Seleção Brasileira

Tite convocou 24 jogadores para o torneio e não deve ter grandes mudanças em relação ao time que venceu o Paraguai, por 2 a 0, na última terça-feira (8), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. 

Caso seja mantida a base, o Brasil deve entrar com Alisson; Danilo, Marquinhos, Éder Militão e Alex Sandro; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Neymar, Gabriel Jesus e Rcharlison.