Futebol

Em noite de homenagens, Chapecoense recebe troféu da Sul-Americana

O Atlético Nacional também recebeu o prêmio de 'Centenário Conmebol ao Fair Play'

Redação Correio 24h

O encontro entre Chapecoense e Atlético Nacional aconteceu. Ontem, o presidente do clube catarinense, Plinio David Filho, ficou emocionado ao ter o primeiro contato com Daniel Jimenez, diretor de Gestão Humana do clube colombiano, momentos antes do sorteio da Libertadores.

Ontem, o dirigente recebeu o troféu da Copa Sul-Americana. O Atlético abriu mão do título e pediu que a Chape fosse declarada campeã após a tragédia que matou 71 pessoas - entre elas, 19 jogadores do clube e o técnico Caio Jr.

“Essa taça será dividida com nossos irmãos do Atlético Nacional. Eu dedico esse título a todos os irmãos da Chape, ao pessoal da diretoria”, disse Plinio ao relembrar as vítimas da tragédia com o voo da Chape, no dia 29 de novembro.

Antes da cerimônia, foi entregue um documento aos representantes da Chapecoense e do Atlético Nacional, com proposta de tornar Assunção, onde fica a Conmebol, cidade irmã de Chapecó e Medellín. Além disso, o Nacional recebeu o prêmio de “Centenário Conmebol ao Fair Play”, pela humanidade na sua postura em relação à tragédia. O sorteio dos grupos ocorreu após o fechamento desta edição.