Mais Esportes

Em retorno ao UFC, Georges St-Pierre finaliza Bisping e conquista cinturão

Canadense fez luta sólida contra o inglês e levou a melhor no duelo

Redação Correio 24 horas

O retorno de Georges St-Pierre aos octógonos não poderia ter sido melhor do que ele e os fãs esperavam. Parado há quatro anos por decisão própria, o campeão dos meio-médios venceu a disputa contra inglês Michael Bisping, na luta principal do UFC 127, na madrugada de domingo (5), na Madison Square Garden, em Nova York, e conquistou o título dos pesos-médios, categoria acima da que ele dominava quando resolveu dar um tempo nas lutas.

(Foto: Divulgação)

A vitória veio com uma atuação sólida e finalização aos 4m23s do terceiro round. Ao final do duelo, ele vibrou com o retorno.  " Meu sonho se tornou realidade. Muito obrigado pelo apoio. Ele me machucou bastante. Eu não gostaria de enfrentá-lo de novo (risos). Esse não é o meu peso, e fiz isso pelo desafio, mas não sei ainda o que vou fazer. Eu sou muito pequeno para crescer até o tamanho desses caras ", disse St-Pierre, que agora se junta a Randy Couture, BJ Penn e McGregor como os únicos lutadores a deterem cinturões em duas categorias diferentes do UFC.

St-Pierre finaliza Bisping e conquista cinturão em retorno ao UFC

Canadense fez luta sólida contra o inglês e levou a melhor no duelo

O retorno de Georges St-Pierre aos octógonos não poderia ter sido melhor do que ele e os fãs esperavam. Parado há quatro anos por decisão própria, o campeão dos meio-médios venceu a disputa contra inglês Michael Bisping, na luta principal do UFC 127, na madrugada de domingo (5), na Madison Square Garden, em Nova York, e conquistou o título dos pesos-médios, categoria acima da que ele dominava quando resolveu dar um tempo nas lutas.

A vitória veio com uma atuação sólida e finalização aos 4m23s do terceiro round. Ao final do duelo, ele vibrou com o retorno.  " Meu sonho se tornou realidade. Muito obrigado pelo apoio. Ele me machucou bastante. Eu não gostaria de enfrentá-lo de novo (risos). Esse não é o meu peso, e fiz isso pelo desafio, mas não sei ainda o que vou fazer. Eu sou muito pequeno para crescer até o tamanho desses caras ", disse St-Pierre, que agora se junta a Randy Couture, BJ Penn e McGregor como os únicos lutadores a deterem cinturões em duas categorias diferentes do UFC.