Copa 2018

Entenda o que é a 'Wanda' que aparece nas placas publicitárias da Copa

Se você assistiu a algum jogo da Copa do Mundo na Rússia deve ter reparado na publicidade azul com ideogramas que chega a dominar todas as faixas laterais do campo

Agência O Globo

Se você assistiu a algum jogo da Copa do Mundo na Rússia deve ter reparado na publicidade azul com ideogramas que chega a dominar todas as faixas laterais do campo. Desconhecida do público brasileiro, a propaganda é do conglomerado chinês Wanda — que desde 2012 é a maior cadeia de cinemas do planeta. Agora, a empresa acaba de anunciar um plano de US$ 1,7 bilhão para consolidar seus negócios no entretenimento, aumentando sua participação na produção de filmes, televisão e jogos.

Na segunda-feira, a Wanda Film, que faz parte do grupo Dalian Wanda, de Wang Jianlin, e detém o negócio chinês exibição de filmes, disse que pretende comprar 96,83% da Wanda Media (também conhecida como Wanda Television Media), que é a unidade de distribuição e produção.

Segundo o conglomerado, a negociação visa fortalecer e consolidar os negócios do grupo na produção de conteúdo (Wanda Media) em vez de se concentrar apenas nas operações de cinema (Wanda Film). Produção, distribuição e exibição estariam todos sob uma única bandeira.

Mas a reestruturação não inclui as empresas norte-americanas AMC Entertainment, produtora de séries como "The walking dead" e "Better call Saul", e Legendary Entertainment, de filmes como "Homem de aço" (2013) e "Batman: O cavaleiro das trevas" (2012), que a Wanda adquiriu em 2016.

Os planos de reestruturação refletem a ambição crescente do conglomerado em produzir conteúdo, após vários sucessos de bilheteria, segundo noticiou a “Variety”.

Os filmes da Wanda Media alcançaram um total de 41,5 bilhões de yuans (US$ 6,3 bilhões) nas bilheterias, com "Detective Chinatown 2" arrecadando 3,4 bilhões de yuans (US$ 519 milhões) no início deste ano. A Wanda Media também está envolvida na produção de televisão, que é comparativamente menos volátil que o mercado de filmes.

Até 2018, o Wanda Group detinha o controle de parte das ações do clube espanhol Atlético de Madrid. Porém, por conta de uma série de endividamentos, os chineses decidiram vender sua participação.