Futebol

Ex-goleiro Marcos afirma que quase atropelou Felipão

Ídolo palmeirense participou do programa "Resenha", da ESPN

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última sexta-feira (12), o ex-goleiro Marcos abriu o jogo e revelou histórias com ex-treinadores com quem trabalhou. O ídolo palmeirense participou do programa "Resenha", da ESPN e disse que se irritou com Leão ao tomar uma bronca na época de seleção brasileira e lembra uma situação em que quase atropelou Luiz Felipe Scolari.

Marcos disse que discutiu com Leão durante um treino da seleção brasileira. No final de uma atividade, Romário decidiu treinar finalizações. "Pô, cada vez que o Romário matava no peito e chutava, eu tinha que deitar e ficar em pé de novo. Cansa", disseo. O ex-goleiro ajoelhou para defender um chute e levou um gol de cavadinha. Leão não gostou e teria dito: "Não pode se ajoelhar".

(Foto: Reprodução / ESPN)

"Um sol quente da bexiga, cansado. O Leão falou que eu estava fazendo errado, e eu respondi: 'ué, cheguei aqui [na seleção] assim'".

A situação começou a ficar mais tensa. "Chegou porque eu te convoquei", teria dito Leão. "Convocou porque eu pego pra caramba", respondeu Marcos.

Alguns anos antes do episódio com Leão, Marcos se desentendeu com o técnico Luiz Felipe Scolari e quase jogou o carro no treinador. Felipão queria manter a escalação em segredo, mas na véspera de uma partida Marcos revelou que não jogaria por estar machucado.

"Ele mandou todo mundo descer do ônibus, deu uma dura e me tirou da lista de relacionados. Fui embora para o estacionamento e, quando estou voltando, o Felipão estava passando. Eu joguei o carro em cima dele", contou.