Esportes

Fabio Bordignon fica em segundo nos 200m T35 e leva sua segunda medalha na Paralimpíada

Mais uma vez brilhou a estrela do são gonçalense Fabio Bordignon nesta Paralimpíada Rio-2016

Agência O Globo
- Atualizada em



Mais uma vez brilhou a estrela do são gonçalense Fabio Bordignon nesta Paralimpíada Rio-2016. Nesta segunda-feira, ele conquistou a medalha de prata nos 200 metros T35, para atletas com paralisia cerebral.


Ele só foi superado pelo ucraniano Ihor Tsvietov, que bateu o recorde paralímpico. Fabio fez a marca de 26s01, a sua melhor na carreira. O bronze ficou com o argentino Hernan Barreto.


– Entrei no atletismo para medalhar. Essas duas pratas vêm premiando todo o trabalho feito nesses praticamente dois anos de atletismo – disse o corredor. – Foi muito motivador ouvir a torcida. Até porque nós paralímpicos não temos como ter um público desse em outras competições. Eles me ajudaram muito. Espero que tenhamos um público como esse também em uma competição nacional.


Foi a segunda medalha de Fabio na Paralimpíada. Ele já havia sido prata nos 100 metros T35. Ele é o primeiro brasileiro do atletismo a conseguir duas medalhas nesta Rio-2016.


– Está todo mundo aí (família) torcendo por mim e isso me ajudou muito a conseguir essa prata. Eu sempre sonhei com um momento como esse, no esporte paralímpico. Desde que eu comecei. Após nove anos de paradesporto (futebol de 7 e atletismo) consegui realizar um sonho – disse.