Futebol

Federação francesa abre investigação contra Neymar por agressão a torcedor

Jogador pode pegar de três a oito jogos de suspensão

Agência O Globo
A Comissão Disciplinar da Federação de Futebol da França (FFF) abriu um processo contra Neymar por conta da agressão a um torcedor, no último sábado, após derrota para o Rennes na final da Copa. O brasileiro pode pegar de três a oito jogos de suspensão.
Segundo o jornal "L'Équipe", a demora para definir a punição ao camisa 10 se explica pela possibilidade de ele ser enquadrado em dois artigos diferentes do Código Disciplinar. Existe ainda a chance de a FFF pedir mais tempo para analisar as imagens.
O PSG, por sua vez, também colhe vídeos inéditos e depoimentos de testemunhas para preparar a defesa de Neymar. Publicamente, o clube já argumenta a favor do brasileiro. O diretor de comunicação Jean-Martial Ribes disse não compreender a proporção que o episódio ganhou no país e afirmou que Neymar "sempre foi um atleta exemplar".
Para Ribes, o torcedor que teria provocado o brasileiro e outros jogadores do PSG tinha o objetivo justamente de criar alguma polêmica: — O tipo de demonstração dessa pessoa não deveria ter sido permitido nessa área restrita. É um espaço dedicado a premiações, para celebrar os atletas das duas equipes finalistas pela Copa da França, não por ações verbais tão fortes contra nossos jogadores. Houve uma clara falta de segurança da organização. Essa pessoa passou dos limites. Vamos conversar com a FFF  para bani-lo de todos os estádios na França.
Mbappé fora de três jogos
Enquanto estuda uma decisão sobre Neymar, a FFF anunciou, nesta sexta-feira, que suspendeu Kylian Mbappé por três partidas após a entrada violenta em Damien Silva, jogador do Rennes, na prorrogação da final da Copa da França.
Na ocasião, o atacante recebeu um cartão vermelho direto. Portanto, desfalcará o PSG nas próximas três partidas do Francês, contra Nice, Angers e Dijon. Ele poderá entrar em campo somente no último compromisso do time na temporada, dia 24, contra o Reims.