Futebol

Fifa anuncia novo Mundial de Clubes, a cada quatro anos, a partir de 2021

Torneio passa a contar com 24 participantes e será realizado no meio do ano, entre junho e julho

Agência O Globo


O Conselho da Fifa aprovou nesta sexta-feira a reformulação no Mundial de Clubes que transformará a competição em um torneio quadrienal, com 24 participantes, a partir de 2021. O anúncio foi feito pelo presidente Gianni Infantino, após reunião em Miami.

O formato antigo do mundial segue mantido até 2020. Já no ano seguinte, o torneio passa a ser disputado entre junho e julho, composto por oito clubes europeus, seis sul-americanos e outras dez vagas destinadas aos demais continentes.

Os critérios de classificação ficam para discussões posteriores com as próprias confederações. O Congresso da Fifa em junho, na França, será a última instância para aprovar o Mundial.

O novo formato busca tornar a competição atraente, trazendo clubes mais fortes. Outro objetivo é substituir a extinta Copa das Confederações, já indesejada pela FIFA. Em entrevista ao, em fevereiro, o secretário-geral adjunto da entidade, Zvonimir Boban, deu a tônica:

"Não é uma competição importante para o futebol. Se perguntar na rua quem ganhou a Copa das Confederações, ninguém sabe".