Futebol

Fifa propõe cinco substituições por equipe após retomada do futebol

Objetivo da entidade seria permitir que as equipes lidem melhor com o desgaste de seus atletas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A pandemia do novo coronavírus obrigou o futebol a paralisar. Quando retornar, o calendário estará apertado e a Fifa prevê uma "maratona". Pensando nisso, a entidade máxima do futebol propôs uma mudança temporária na regra das substituições para lidar com o grande números de jogos. A ideia da Fifa é que cada equipe possa fazer cinco substituições por partida, em vez das tradicionais três. As informações são da agência Reuters.

Para virar realidade, a proposta precisaria do aval da International Board (IFAB), órgão que faz a gestão das regras do esporte. O objetivo da Fifa seria permitir que as equipes lidem melhor com o desgaste de seus atletas na retomada das ligas em todo o mundo, quando deverá ter um grande número de jogos em poucos dias de intervalo.

Além disso, após uma aprovação por parte da IFBA, ainda caberia a cada competição a decisão final de adotar a medida ou não. Para que as substituições não sejam usadas como forma de diminuir o tempo de bola rolando, elas deveriam ser feitas em, no máximo, três interrupções por cada time ou durante o intervalo.

"A segurança dos jogadores é uma das principais prioridades da Fifa. Uma preocupação a esse respeito é que a frequência das partidas pode aumentar o risco de possíveis lesões devido à sobrecarga do jogador. Diante disso e do desafio único enfrentado mundialmente na realização de competições de acordo com o calendário previsto, a Fifa propõe que um número maior de substituições seja temporariamente permitido", diz a nota da entidade enviada à agência "DPA".