Futebol

Filipe Luis chama a Bola de Ouro de "prêmio político", mas diz que Cristiano Ronaldo merece vencer

O jogador brasileiro exalta as qualidades de Lionel Messi, mas exalta a temporada primorosa de CR7 no Real Madrid

GOAL
Redação GoalO brasileiro Filipe Luís foi polêmico ao descrever a premiação da Bola de Ouro Fifa como um "prêmio político". No entanto, o lateral-esquerdo não desperdiçou seu palpite e afirmou que Cristiano Ronaldo fez mais do que qualquer outro jogador em 2014 para merecer o título de melhor jogador do mundo.

"Messi é um dos jogadores mais talentosos que enfrentei, se não o melhor, mas eu não acho que ele teve uma temporada para merecer a Bola de Ouro. Embora me pareça um prêmio político, Cristiano fez muito mais do que qualquer outra pessoa para ganhar", declarou Filipe ao Marca.

Atualmente no Chelsea, o jogador de 29 anos teve bons duelos contra o atacante português na última temporada, quando ainda atuava pelo Atlético de Madrid. O título da Liga Espanhola ficou com os Rojiblancos, mas a triste derrota na decisão da Champions League ainda é uma ferida aberta no peito de Filipe Luís.

"Aquele foi um escanteio doloroso", referiu-se o jogador ao gol de empate de Sérgio Ramos nos minutos finais da final. "É verdade, faltavam apenas dois minutos para o fim, mas o Real Madrid mereceu ganhar. Eles são um adversário muito difícil em qualquer duelo. Eles têm confiança e tiraram o fardo de "La Decima". Isso, juntamente com sua qualidade, fazem do Real Madrid um poderoso rival", acrescentou.

Apesar de ter perdido alguns jogadores importantes na última janela de transferências, incluindo Filipe Luís, o Atlético de Madrid conseguiu se sair muito bem na fase de grupos da Champions e vai enfrentar o Bayer Leverkusen nas oitavas de final. E o lateral-esquerdo não tem dúvidas de que a equipe comandada por Diego Simeone vai brigar mais uma vez pelos títulos que está disputando.

"Eles parecem ter a mesma intensidade e estilo de jogo. Eu acho que eles podem lutar pela Liga Espanhola. Eles têm vários novos jogadores e nem todos podem explodir no primeiro ano. É o caso de Antoine Griezmann", finalizou Filipe Luis.