Futebol

Flamengo já pensa em 2020 após título da Libertadores: 'acelerar'

Diretoria iniciou discussões sobre formação de elenco do ano que vem

Diogo Dantas e Marcello Neves da Agência O Globo
O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, esbanjava felicidade depois do título da Libertadores. O charuto aceso no vestiário no melhor estilo Eurico Miranda simbolizou a alegria pelo feito alcançado. Mas o dirigente terá trabalho pela frente no fim de ano após a conquista. Ele e toda a diretoria programam reuniões a partir da próxima semana para começar a pensar em 2020.
Foto: Reprodução | Instagram
O planejamento na verdade já começou em termos de formação de elenco. O Flamengo pretende definir as renovações de Gabigol e do técnico Jorge Jesus. O que pode acabar ficando para depois do Mundial de Clubes. Enquanto isso já há um trabalho intenso de observação de jogadores para reforçar o elenco. E avaliações internas para recolocação de alguns atletas e venda de um ou outro. O caso mais emblemático é do jovem Reinier, cobiçado por grandes clubes.
Todos esses temas serão tratados a partir da próxima semana. 

- A gente quer acelerar 2020, mas vamos falar sobre isso quando chegar ao Brasil, deixar passar essa semana de comemoração - afirmou Braz.

O Flamengo pretende se programar para os jogos no Qatar já na segunda-feira. Neste domingo, a delegação embarca para comemorações no Rio com a torcida.
A próxima competição internacional começa no meio de dezembro. O time viaja entre os dias 11 e 12. Até lá o clube pretende acumular ainda o título do Brasileiro. Que pode vir se o Palmeiras perder para o Grêmio neste domingo. Na quarta o Flamengo recebe o Ceará no Maracanã para ser campeão de qualquer forma caso vença.
- Até por respeito aos clubes queremos que acabe o mais rápido possível - emendou Marcos Braz.