Mais Esportes

Ginasta da seleção brasileira de base morre aos 17 anos

Atleta foi levada ao hospital após se sentir mal; motivo do falecimento não foi informado

Agência O Globo
- Atualizada em

A Confederação Brasileira de Ginástica e o Clube Pinheiros confirmaram nesta quinta-feira a morte da atleta Jackelyne da Silva, de 17 anos, que defendia o clube e que também teve passagem pela seleção brasileira. O motivo do falecimento ainda não foi informado, mas a ginasta que estava de férias havia sido internada, na quarta-feira, após passar mal. É possível que seja feita autópsia. A notícia do falecimento foi dada pelo pai da atleta.


A ginasta defendeu a seleção brasileira de base. Na seleção principal, Jackelyne passou por período de testes. O clube divulgou a seguinte nota: "Com imensa tristeza, o Esporte Clube Pinheiros recebeu a notícia do falecimento da ginasta Jackelyne Soares Gomes da Silva, ontem, 16 de janeiro.

Jack, como era conhecida, fazia parte da equipe pinheirense desde 2010. Seu jeito brincalhão e sua alegria contagiavam todos que convivam com a atleta, dentro e fora dos treinamentos. Em quase 9 anos de convivência, ela fez parte de bons momentos da nossa equipe de Ginástica e o Clube acompanhou seu crescimento, como atleta e como pessoa. Solidário à dor de familiares e amigos, o Pinheiros está acompanhando e prestando todo o suporte possível nesse momento de despedida."

A Confederação Brasileira de Ginástica também divulgou, em suas redes sociais, uma nota de pesar: "Recebemos com tristeza a notícia do falecimento da atleta de Ginástica Artística do clube do Pinheiros, Jackelyne da Silva. Nos solidarizamos com os familiares, amigos e técnicos. Ficam, agora, as boas recordações da ginasta fazendo o que mais amava".

O velório e o sepultamento da ginasta acontecerá nesta sexta-feira, na Vila Formosa, em São Paulo. O horário ainda não está confirmado. O Pinheiros irá custear e orientar em todos os trâmites.