Mais Esportes

Hamilton reclama de insegurança em SP após assalto a equipes da F1: 'Acontece todo ano'

Hamilton usou o Twitter para questionar a segurança do entorno do Circuito de Interlagos, em São Paulo

Agência O Globo
Sagrado campeão da Fórmula 1 em 2017, Lewis Hamilton usou o Twitter para questionar a segurança do entorno do Circuito de Interlagos, em São Paulo. O piloto da Mercedes destacou que membros da equipe foram abordados por assaltantes na noite desta sexta-feira quando deixavam o trabalho no local. "Acontece todo ano aqui. A F1 e os times precisam fazer mais. Não há desculpa", reclamou o britânico.
Segundo Hamilton, funcionários da Mercedes tiveram armas apontadas para as cabeças. Os assaltantes ainda teriam atirado contra o comboio da equipe.
Segundo Hamilton, funcionários da Mercedes tiveram armas apontadas para as cabeças. Os assaltantes ainda teriam atirado contra o comboio da equipe.
"Alguns da minha equipe foram abordados ontem à noite ao deixar o circuito (de F1) aqui no Brasil. Tiros foram disparados, alguns tiveram armas apontadas para a cabeça. Isto é tão triste de ouvir. Por favor, rezem pelos meus colegas que estão aqui como profissionais mesmo abalados", frisou Hamilton, que participa dos treinos livres, neste sábado, para o GP do Brasil, neste domingo.
Depois de abordar os funcionários da Mercedes, que estavam uma van, os bandidos ainda atacaram um carro da Federação Internacional de Automobilismo. O motorista conseguiu fugir. Os relatos de violência e a denúncia de Hamilton repercutiram pela imprensa internacional.